sicnot

Perfil

País

Primeiro-ministro acusa PS de desespero com resultados das sondagens

Primeiro-ministro acusa PS de desespero com resultados das sondagens

Passos Coelho responsabiliza os maus resultados do PS nas sondagens por uma mudança de foco da política para aspetos de natureza pessoal centrados no primeiro-ministro. O chefe do Governo fala de desespero "em certas áreas políticas" e não poupou o discurso de António Costa perante empresários chineses.

  • Passos garante que está preparado para todo o tipo de ataques
    2:24

    País

    O primeiro-ministro voltou hoje a falar da polémica sobre a falta de pagamento à Segurança Social. No encerramento das jornadas parlamentares do PSD, Passos Coelho diz que está a ser alvo de ataques pessoais, que superam as questões políticas em ano eleitoral.Admite que falhou prazos de pagamento no passado, mas diz nunca se deixou influenciar por qualquer tipo de poder enquanto chefe do Governo.

  • Dívida de Passos à Segurança Social será superior ao que foi pago
    3:27

    País

    A dívida de Pedro Passos Coelho à segurança social seria superior a oito mil euros, já com juros de mora, e não os quatro mil, inicialmente referidos. As contas foram feitas pelo jornal Público. O diário assegura que as contas iniciais se basearam apenas no período entre 2002 e 2004. O primeiro-ministro quer agora dar o assunto por encerrado, apesar do pedido de explicações apresentado pelo PS.

  • Aguiar-Branco diz que Passos Coelho é “um exemplo a seguir”
    0:41

    País

    O ministro José Pedro Aguiar-Branco veio em defesa de Pedro Passos Coelho, ao dizer que o primeiro-ministro é um exemplo por tentar prestar esclarecimentos sobre os assuntos. O ministro da Defesa referia-se, assim, ao caso das dívidas que Pedro Passos Coelho acumulou à Segurança Social entre os anos de 1999 e 2004. Aguiar-Branco comparou Pedro Passos Coelho a António Costa para dizer que o líder do PS não teve a mesma atitude quando deu por encerrada a polémica em torno das declarações que fez perante uma plateia de investidores chineses.

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagar as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Turistas aproveitam nevão na Serra da Estrela
    1:23
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59
  • Dezenas de feridos em protestos contra decisão de Trump em Israel
    1:55
  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.