sicnot

Perfil

País

Base das Lajes regressa ao Parlamento no dia 26 de março

O Parlamento discute no dia 26 de março um projeto de resolução do PSD e CDS-PP pedindo ao Governo "firmeza na salvaguarda das devidas compensações" pela redução da presença militar norte-americana na base das Lajes, nos Açores.

O projeto de resolução foi hoje agendado em conferência de líderes parlamentares, tendo o Bloco de Esquerda anunciado que também agendará uma iniciativa sobre o mesmo tema.

A conferência de líderes marcou igualmente um debate de urgência, pedido pelo PS, sobre "políticas públicas de educação e formação", para o dia 19 de março, o mesmo dia em que o BE agendou um projeto de lei para limitar a cobrança de comissões bancárias.

O projeto de resolução da maioria PSD/CDS-PP sobre a base das Lajes recomenda ao Governo "que mantenha uma posição de firmeza na salvaguarda das devidas compensações ao impacto económico, social e ambiental da redução da presença norte-americana da base das Lajes" e que "concretize uma proposta concertada com o Governo Regional e as autarquias envolvidas".

A maioria recomenda ainda que o executivo "conjugue esforços com o parlamento, junto das autoridades norte-americanas eleitas, com ligação à comunidade portuguesa, em ações que possam ajudar ao sucesso das negociações em curso".

Devido à viagem oficial do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, ao Japão, na última semana de março, foi marcado um debate quinzenal com o chefe de Governo para o dia 1 de abril, informou o secretário da mesa da Assembleia aos jornalistas.



Lusa

  • Aeroporto Cristiano Ronaldo? Nem todos os madeirenses estão de acordo
    2:21
  • Fatura da água a dobrar
    2:26

    Economia

    Desde o início do ano que a população de Celorico de Basto está a receber duas faturas da água para pagar. Tanto a Câmara como a Águas do Norte reclamam o direito a cobrar pelo serviço. Contactada pela SIC, a Entidade Reguladora esclarece que o município não pode emitir faturas e tem de devolver o dinheiro.

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43

    Daesh

    Há suspeitas de que o Daesh tenha criado uma vala comum com cerca de seis mil corpos a sul de Mossul, no Iraque. A área em redor estará minada. A revelação é de uma equipa de reportagem da televisão britânica Sky News.

  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.