sicnot

Perfil

País

Idosa morre em incêndio em Boticas

Uma mulher de 87 anos morreu hoje na sequência de um incêndio que ocorreu na sua casa em Colmeias, concelho de Boticas, disse fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Vila Real.

Google Maps

O alerta para o fogo surgiu às 5:23 e as chamas foram extintas cerca das 8:00.

 

Segundo a fonte, uma mulher de 87 anos acabou por morrer na sequência do fogo, que destruiu por completo a casa.

 

O presidente da Câmara de Boticas, Fernando Queiroga, disse à agência Lusa que, quando os bombeiros chegaram ao local, a habitação já estava toda tomada pelo fogo.

 

Por causa do incêndio, o soalho da casa desabou e a idosa terá caído do primeiro andar para o rés-do-chão.

 

As causas que estiveram na origem do fogo vão ser agora investigadas pelas autoridades.

 

Segundo o CDOS, no local estiveram 10 bombeiros da corporação de Boticas, que contaram com o apoio de quatro viaturas, a equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Chaves, bem como os militares da GNR.


Lusa 

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.