sicnot

Perfil

País

Idosa morre em incêndio em Boticas

Uma mulher de 87 anos morreu hoje na sequência de um incêndio que ocorreu na sua casa em Colmeias, concelho de Boticas, disse fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Vila Real.

Google Maps

O alerta para o fogo surgiu às 5:23 e as chamas foram extintas cerca das 8:00.

 

Segundo a fonte, uma mulher de 87 anos acabou por morrer na sequência do fogo, que destruiu por completo a casa.

 

O presidente da Câmara de Boticas, Fernando Queiroga, disse à agência Lusa que, quando os bombeiros chegaram ao local, a habitação já estava toda tomada pelo fogo.

 

Por causa do incêndio, o soalho da casa desabou e a idosa terá caído do primeiro andar para o rés-do-chão.

 

As causas que estiveram na origem do fogo vão ser agora investigadas pelas autoridades.

 

Segundo o CDOS, no local estiveram 10 bombeiros da corporação de Boticas, que contaram com o apoio de quatro viaturas, a equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Chaves, bem como os militares da GNR.


Lusa 

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.