sicnot

Perfil

País

PSD defende que Passos pode dar mais explicações num debate quinzenal

PSD defende que Passos pode dar mais explicações num debate quinzenal

Os deputados da maioria chumbaram o pedido do PS para que Passos Coelho esclarecesse o caso das contribuições à Segurança Social, entre 1999 e 2004. Para o PSD e o CDS, a iniciativa do PS viola o regimento do Parlamento. Os socialistas queriam que nove questões fossem respondidas na comissão parlamentar de Trabalho e Segurança Social. Para o PSD, o assunto já está esclarecido e pode agora ser colocado num debate quinzenal ou através de um requerimento diretamente dirigido ao chefe do Executivo, tal como fizeram o PCP e o Bloco de Esquerda. A SIC falou com Nuno Sá, do PS, e Adão e Silva, do PSD.

  • Vitorino diz que a dívida de Passos à Segurança Social é motivo para pedir desculpa aos portugueses
    1:47

    País

    António Vitorino diz que a dívida de Pedro Passos Coelho à Segurança Social é motivo para pedir desculpa aos portugueses. O ex-comissário socialista esteve, esta noite, na SIC Notícias, com Pedro Santana Lopes, e disse que este é um caso político. Santana Lopes concorda mas acrescenta que, à data a que o caso se refere, o sistema de pagamentos à Segurança Social era confuso.

  • Oposição quer conhecer ao pormenor carreira contributiva de Passos Coelho
    2:40

    Economia

    Apesar dos repetidos esclarecimentos de Passos Coelho, ainda há perguntas por responder. Todos os partidos da oposição entregaram no Parlamento requerimentos para saber ao pormenor o que se passou entre 1999 e 2004. Anos em que o primeiro-ministro acumulou dívidas à Segurança Social e que, de acordo com o jornal Público, não foram todas contabilizadas. Parte da dívida terá sido dado como prescrita. O valor entre 1999 e 2004 com juros seria superior a 8 mil euros. A Segurança Social terá tido em conta o valor entre 2002 e 2004.

  • Passos Coelho diz que não é "um cidadão perfeito"
    2:47

    País

    O primeiro-ministro revelou hoje que se atrasou "muitas vezes na vida" no cumprimento de obrigações fiscais. Passos Coelho disse ainda que não é "um cidadão perfeito" e admitiu já ter sido alvo de multas fiscais e de multas de trânsito. O chefe do governo garante, no entanto, que não tem qualquer dívida ao fisco.

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.