sicnot

Perfil

País

Paulo Portas diz que Portugal ambiciona duplicar número de turistas alemães

Uma das ambições do Governo é conseguir atrair dois por cento dos turistas alemães para visitarem Portugal, indicou hoje aos jornalistas o vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, em visita à ITB-Feira Internacional de Turismo de Berlim, na Alemanha.

Lusa

"A Alemanha é um dos países emissores de turistas mais importantes do mundo, mas apenas um por cento dos alemães que fazem férias no estrangeiro escolhem Portugal. Se passarmos para dois por cento, imaginem o crescimento que isso dá no valor do turismo", salientou Paulo Portas, durante uma visita à representação portuguesa no primeiro dia da feira alemã de turismo.

De acordo com os números divulgados em fevereiro pelo Turismo de Portugal, em 2014 a Alemanha foi o segundo mercado emissor mais importante em número de dormidas, com 4,4 milhões, e o terceiro maior mercado em número de hóspedes, com 984.000 (mais nove por cento do que em 2013).

No âmbito da estratégia de promoção turística na Alemanha, uma das apostas estratégicas é a comunicação 'online', adiantou ainda o vice-primeiro-ministro. "Acho que mais vale uma estratégia digital, uma presença na Internet maciça, menções a Portugal nos líderes de opinião que influenciam as pessoas nas suas decisões, e que sejamos escolhidos como o melhor destino para viajar por revistas de alta qualidade na área do turismo, do que um 'outdoor' que mostre apenas a luz e o sol que temos", afirmou. 

Já o secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, adiantou que a meta é "conseguir que o mercado alemão, que já é o segundo maior em número de dormidas, consiga ser um dos principais a crescer". "Está a crescer cerca de oito por cento, mas queremos que acompanhe o crescimento do mercado francês ou do inglês, em torno de 12%", precisou.

Além da aposta numa campanha de comunicação 'online' ao longo do ano de 2015, que representa o "triplicar" do investimento em marketing digital de 500.000 euros para cerca de 1,5 milhões, o caminho passa também pelo reforço das visitas de jornalistas alemães a Portugal (80 jornalistas em 2014), das ações com agentes turísticos locais e das rotas de ligação aérea, acrescentou o mesmo responsável.

Quanto ao investimento global, o presidente do Turismo de Portugal, João Cotrim de Figueiredo, calcula que em 2015 vão ser investidos entre quatro e cinco milhões de euros.

Neste montante, indicou Cotrim de Figueiredo, além do montante destinado às ações de comunicação digital para o turismo alemão, estão incluídos 500.000 euros de apoios a rotas aéreas entre Portugal e Alemanha e 300.000 euros de ações junto de agentes turísticos locais, além de dois milhões de euros de investimento conjunto das regiões portuguesas de turismo e dinheiro aplicado também pelas empresas portuguesas do setor. 

O presidente do Turismo de Portugal adiantou ainda que o Algarve e Madeira continuam a ser as regiões mais procuradas pelos turistas germânicos, com destaque para o sol e praia, mas em 2014 o Alentejo foi a região que mais cresceu na captação desse mercado.

A ITB, uma das maiores feiras turísticas do mundo, realiza-se até ao próximo domingo e conta com a presença de cerca de 58 empresas e entidades portuguesas, incluindo regiões de turismo e empresas ligadas ao setor. 










Lusa
  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.