sicnot

Perfil

País

Acidentes rodoviários provocam 81 mortos desde o início do ano

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária registou na última semana de fevereiro oito mortos em acidentes, quatro em estradas fiscalizadas pela GNR e dois em vias controladas pela PSP, num acumulado de 81 desde o início do ano.

© Reuters Photographer / Reuter

Segundo a ANSR, que reúne dados da PSP e da GNR, desde o início de janeiro a 28 de fevereiro já morreram 81 pessoas, mais dez do que em período homologo em 2014, e menos quatro do que em 2013.


O número de acidentes também aumentou nas estradas portugueses, com 19.181 registos ocorridos entre 01 de janeiro e 28 de fevereiro de 2015, enquanto no ano passado, no mesmo período, se registaram 19.144.


Os distritos com maior número de mortos nas estradas foram Setúbal (12), seguido de Lisboa com 10 e de Beja e do Porto, com sete cada.


De acordo com os dados da Segurança Rodoviária, só o distrito de Bragança não registou qualquer morto durante o período em questão, sendo igualmente o que registou menos acidentes no país, 191.


O distrito de Lisboa foi aquele em que ocorreram o maior número de acidentes com 4.170, seguido do Porto com 3.675 e de Braga 1.654.


Os acidentes rodoviários provocaram ainda 291 acidentes graves no acumulado do ano até 28 de fevereiro, o mesmo numero que no ano passado e mais 11 que em 2013.


Em termos de feridos ligeiros os dados da ANSR referem 5.176, contra os 5.274 de 2014 e os 5.170 de 2013.


Os dados da ANSR dizem respeito às vítimas mortais cujo óbito ocorreu no local do acidente ou a caminho do hospital.


Lusa
  • Trabalharia horas extra sem ser pago? E feriados?  
    1:25
  • Visita de Estado ao Luxemburgo
    1:34

    País

    O Presidente da República chega esta noite ao Luxemburgo para uma visita de Estado de dois dias. O contacto com a comunidade portuguesa, que é a maior comunidade no país, vai ser um dos pontos fortes da visita.

    Enviados SIC

  • UE dá "luz verde" para início das negociações do Brexit

    Brexit

    Os 27 Estados-membros da União Europeia aprovaram esta segunda-feira a autorização para o início das negociações do Brexit, indicando formalmente o final de junho para início do processo de saída do Reino Unido, que se prolongará por dois anos.