sicnot

Perfil

País

Empresário chinês arguido no caso dos Vistos Gold com medida de coação alterada

Zhu Xiaodon, arguido no processo dos Vistos Gold, vai aguardar julgamento em casa com uma pulseira eletrónica. O Tribunal da Relação indeferiu parcialmente o recurso que Xiaodon tinha apresentado que pedia que o arguido deixasse a prisão e aguardasse julgamento em liberdade. 

SIC

Por decidir está ainda o recurso da prisão domiciliária do ex-diretor do Serviço de Estrangeiros e Fronteira (SEF), Manuel Jarmela Palos, e do antigo presidente do Instituto de Registos e Notariados (IRN), António Figueiredo, em prisão preventiva. 

Este caso envolve também a ex-secretária-geral do Ministério da Justiça, Maria Antónia Anes, Jaime Gomes, sócio-gerente da empresa JMF Projects and Business, os funcionários do IRN Paulo Eliseu, Paulo Vieira, José Manuel Gonçalves e Abílio Silva, entre outros. 

A 18 de novembro, 11 pessoas foram detidas no seguimento da "Operação Labirinto", relacionada com a aquisição de vistos "gold". Esta operação investiga indícios de corrupção ativa e passiva, recebimento indevido de vantagens, prevaricação, peculato de uso, abuso de poder e tráfico de influências.
  • Montenegro nunca será candidato contra Passos
    0:50
  • Dijsselbloem não comenta hipótese de ser substituído por Mário Centeno
    2:41

    Mundo

    Jeroen Dijsselbloem diz que cabe ao Governo português avançar com o nome de Mário Centeno para a presidência do Eurogrupo, mas não comenta a sondagem que foi feita ao ministro das Finanças português. Ouvido esta quinta-feira no Parlamento Europeu, o Presidente do Eurogrupo esteve no centro das críticas e reafirmou que não se demite.