sicnot

Perfil

País

Passos vai esclarecer dívidas à Segurança Social no Parlamento

Passos vai esclarecer dívidas à Segurança Social no Parlamento

Passos Coelho vai responder às perguntas dos deputados sobre as dívidas à Segurança Social. A garantia foi deixada pelo líder parlamentar do PSD, esta quinta-feira, no Parlamento, que aproveitou para reafirmar que o primeiro-ministro nunca foi beneficiado em relação às dívidas ao Estado.

  • Podem as dívidas à Segurança Social prescrever?
    1:40

    Economia

    Afinal, as dívidas da Segurança Social podem ou não prescrever? Esta é uma das muitas dúvidas que têm surgido a propósito do pagamento, por parte do primeiro-ministro, da dívida à Segurança Social que tinha prescrito. A SIC foi à procura de respostas.

  • Oposição quer conhecer ao pormenor carreira contributiva de Passos Coelho
    2:40

    Economia

    Apesar dos repetidos esclarecimentos de Passos Coelho, ainda há perguntas por responder. Todos os partidos da oposição entregaram no Parlamento requerimentos para saber ao pormenor o que se passou entre 1999 e 2004. Anos em que o primeiro-ministro acumulou dívidas à Segurança Social e que, de acordo com o jornal Público, não foram todas contabilizadas. Parte da dívida terá sido dado como prescrita. O valor entre 1999 e 2004 com juros seria superior a 8 mil euros. A Segurança Social terá tido em conta o valor entre 2002 e 2004.

  • Vitorino diz que a dívida de Passos à Segurança Social é motivo para pedir desculpa aos portugueses
    1:47

    País

    António Vitorino diz que a dívida de Pedro Passos Coelho à Segurança Social é motivo para pedir desculpa aos portugueses. O ex-comissário socialista esteve, esta noite, na SIC Notícias, com Pedro Santana Lopes, e disse que este é um caso político. Santana Lopes concorda mas acrescenta que, à data a que o caso se refere, o sistema de pagamentos à Segurança Social era confuso.

  • Ferro Rodrigues acusa Passos de não respeitar presunção da inocência
    0:41

    País

    O líder parlamentar do PS diz que a carta de Sócrates é uma reação indignada à violação de um direito constitucional por parte de Passos Coelho e que a presunção de inocência não está a ser respeitada. Ferro Rodrigues considera também que António Costa fez bem quando ontem não respondeu às perguntas da SIC sobre a dívida do primeiro-ministro à Segurança Social.

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.