sicnot

Perfil

País

Recolha de lixo eletrónico nas escolas já ultrapassa as 145 toneladas

Recolha de lixo eletrónico nas escolas já ultrapassa as 145 toneladas

O ano passado foram recolhidas 302 toneladas de resíduos de equipamentos elétricos e eletrónicos. Este ano a recolha nas escolas já ultrapassa as 145 toneladas. Depois de recolhidos, os equipamentos são encaminhados para unidades de tratamento e valorização.

  • Recolha de lixo eletrónico envolve mais de 300 mil alunos
    2:12

    País

    Este ano letivo, quase 600 escolas ajudaram já a recolher cerca de 145 toneladas de resíduos de equipamentos elétricos e eletrónicos. A iniciativa "geração depositrão" repete-se há 7 anos e pretende sensibilizar os portugueses para a reciclagem de eletrodomésticos, produtos eletrónicos e pilhas. A campanha é promovida pela ERP (European Recycling Plataform) e já envolve mais de 300 mil alunos. Uma das escolas campeãs, nesta área, fica em Cabanas de Tavira e já recolheu três mil quilos em poucos meses.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.