sicnot

Perfil

País

António Costa acusa primeiro-ministro de abusar da imunidade política

António Costa acusa primeiro-ministro de abusar da imunidade política

António Costa exige explicações de Pedro Passos Coelho sobre as dívidas à Segurança Social. O secretário-geral do PS diz que o primeiro-ministro está a abusar da imunidade política que tem e aguarda agora por respostas.

  • Seixas da Costa acusa Passos Coelho de falta de cultura democrática
    2:55

    Opinião

    A polémica com as dívidas do primeiro-ministro esteve em discussão na Quadratura do Círculo, com Lobo Xavier a dizer que é inaceitável que Passos Coelho desvalorize essa situação. No programa desta semana que teve como convidado Francisco Seixas da Costa, foi do embaixador que vieram as críticas mais diretas à forma como o chefe do Governo lidou com a situação.

  • Passos vai esclarecer dívidas à Segurança Social no Parlamento
    2:10

    País

    Passos Coelho vai responder às perguntas dos deputados sobre as dívidas à Segurança Social. A garantia foi deixada pelo líder parlamentar do PSD, esta quinta-feira, no Parlamento, que aproveitou para reafirmar que o primeiro-ministro nunca foi beneficiado em relação às dívidas ao Estado.

  • Ferro Rodrigues acusa Passos de não respeitar presunção da inocência
    0:41

    País

    O líder parlamentar do PS diz que a carta de Sócrates é uma reação indignada à violação de um direito constitucional por parte de Passos Coelho e que a presunção de inocência não está a ser respeitada. Ferro Rodrigues considera também que António Costa fez bem quando ontem não respondeu às perguntas da SIC sobre a dívida do primeiro-ministro à Segurança Social.

  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37
  • "Todas as decisões que tomei foi sempre a pensar no Sporting primeiro"
    2:08
  • Saransk tanto anseia por Ronaldo que até lhe fizeram um vídeo e uma música
    3:07
  • Portugal quer atrair imigrantes
    1:28

    País

    O Governo prepara-se para regularizar a situação de 30 mil imigrantes ilegais que vivem em Portugal. De acordo com a edição deste sábado do semanário Expresso, o Executivo pretende também abrir portas a 75 mil novos imigrantes por ano.