sicnot

Perfil

País

Câmara de Vila Nova de Gaia entrega três casas a vítimas de violência doméstica

A Câmara de Vila Nova de Gaia cedeu hoje três habitações a vítimas de violência doméstica no âmbito de um protocolo com a UMAR -- União de Mulheres Alternativa e Resposta que marca o início do projeto de criação de uma Casa Abrigo.

"Estas três casas valem por começarmos um trabalho com a UMAR, com os serviços sociais do município, com os serviços sociais da Gaiurb e também com a Segurança Social e instituições no terreno para alargarmos o âmbito desta resposta", disse à Lusa o presidente da câmara.

Eduardo Vítor Rodrigues frisou que a expectativa do município é "dar uma resposta ao problema e fazê-lo da forma socialmente mais inclusiva", sem descurar o "grande objetivo" da "criação de uma Casa Abrigo que permita enquadrar de uma forma mais forte" estas "situações.

"Não perco de vista o objetivo de criar uma Casa Abrigo para as vítimas de violência doméstica", frisou o socialista segundo o qual está a ser debatido "se a casa será um edifício autónomo e exclusivo para esse fim ou se será um conjunto alargado de respostas distribuídas pelo território de forma não especificada para evitar a estigmatização".

Vítor Rodrigues quer para já alargar a oferta de casas disponíveis para acolher vítimas de violência doméstica, aguardando os "fundos comunitários que devem chegar no fim do março para a reabilitação de algumas casas, arrendadas ou adquiridas especificamente para este público".

"Este é um serviço muito importante, que deve ser replicado em outros municípios para ser dada uma resposta mais assertiva a este problema e chamar a atenção pública para este drama", sublinhou.

O acesso a estas casas "de transição" com todas as despesas de manutenção incluídas dirige-se, prioritariamente, a pessoas do concelho que, após a primeira sinalização pelos serviços locais, são encaminhadas para a UMAR, informa a autarquia em comunicado.

Lusa
  • Cansada: uma canção pelas vítimas da violência doméstica
    4:43

    País

    "Cansada" é o título da nova canção-hino da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV). Tem como tema o problema da violência doméstica e junta Aldina Duarte, Ana Bacalhau, Cuca Roseta, Gisela João, Manuela Azevedo, Marta Hugon, Rita Redshoes e Selma Uamusse.

  • O amor não mata
    39:01

    Grande Reportagem SIC

    Esta semana, o Jornal da Noite olha de frente para a violência doméstica que, só no ano passado, resultou na morte de 43 mulheres. E este ano, em apenas dois meses, houve mais seis mortes. Amanhã, damos a conhecer a canção pelas vítimas. Hoje, a Grande Reportagem revela os rostos da estatística. O caso de Madalena, que vivia com um euro por dia. De Cláudia, que viu a mãe ser morta à sua frente. Paula que quase morreu com um cinto ao pescoço. E Idalina que matou para não ser morta.

  • Grande Reportagem mostra realidade da violência doméstica
    2:12

    País

    Este ano já morreram seis mulheres em Portugal vítimas de violência doméstica. Esta noite, a SIC mostra os rostos da estatística. Histórias de terrorismo íntimo na primeira pessoa. A violência doméstica mora ao nosso lado. "O Amor não mata" é a Grande Reportagem a ver hoje no Jornal da Noite.

  • Uma canção pelas vítimas
    3:21

    País

    Os portugueses reconhecem o compromisso da SIC e do Grupo Impresa com a independência. Os portugueses sabem que não representamos nenhum partido político, não apoiamos um clube desportivo, não distinguimos raças ou religiões, e somos livres porque não temos amarras económicas. Mas sermos livres e objectivos não significa sermos neutros perante problemas que afectam a sociedade que queremos ajudar a construir. Hoje, declaramos o nosso apoio aos que tentam, com poucos meios, dar resposta ao crescente desespero da violência doméstica. Não é a única instituição que o faz, mas o Jornal da Noite junta-se esta semana à APAV. Sexta-feira, estreamos uma canção que dá voz aos 25 anos da associação portuguesa de apoio à vítima. Até lá, vamos espreitar todos os dias os bastidores da gravação da música e do videoclip. Apoiar quem apoia as vítimas é, ou deveria ser, uma causa nacional. Esperamos que todos se sintam convocados a reflectir sobre este drama.

  • Governo quer aumentar fiscalização a baixas fraudulentas
    1:10

    País

    O Governo quer criar uma bolsa de médicos para fiscalizar quem recebe o subsídio por doença. A intenção foi manifestada à TSF pela secretária de Estado da Segurança Social. Em 2016 foram detetados mais de 56 mil trabalhadores com baixa médica que afinal estavam aptos para trabalhar.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.