sicnot

Perfil

País

Passos sabia que dívida real à Segurança Social era superior à cobrada, avança o Expresso

Pedro Passos Coelho sabia que tinham ficado por regularizar 26 meses de descontos porque na conta corrente da Segurança Social de Passos havia um total de 58 meses correspondentes ao período em que foi trabalhador independente. A garantia é do Expresso. O jornal indica que entre novembro de 1999 e agosto de 2004 a dívida total de Passos era de cerca de 7.500 euros, correspondentes aos tais 58 meses.

(AP/ Arquivo)

(AP/ Arquivo)

AP/ Francisco Seco

O valor, que podia ser liquidado por Multibanco já com entidade e referência era a simulação de nota de pagamento feita dentro do sistema informático da segurança social, gerado a partir do histórico de contribuições do primeiro-ministro.

 

Ao Expresso, Passos confirmou agora que descontou como trabalhador independente entre 2000 e 2003. Mas o que pagou em fevereiro passado foram 3900 euros já que tinha sido esse o valor indicado pelos serviços da Segurança Social, apesar de saber que cumpriu funções por um período superior ao cobrado.

 

A diferença entre o valor cobrado e o total da dívida é explicado pelos problemas que se registaram na base de dados dos trabalhadores independentes. O sistema criado em 2007 excluiu, por defeito, as dívidas a partir de 2002 por estarem prescritas.


 

  • Dijsselbloem mostra algum arrependimento mas recusa demitir-se
    2:40

    Mundo

    Jeroen Dijsselbloem diz que cabe ao Governo português avançar com o nome de Centeno para a presidência do Eurogrupo, mas escusa-se a comentar essa possibilidade. Para já, o holandês não se demite do cargo. Esta quinta-feira ouviu as críticas dos eurodeputados no Parlamento Europeu.

  • Há cada vez menos portugueses

    País

    A população em Portugal diminuiu no ano passado, pelo oitavo ano consecutivo, já que o número de mortes continua a ser superior ao de nascimentos, revelam dados hoje divulgados pelo INE.

  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • "Não se pode voltar atrás, o povo de Deus confirmou a necessidade deste Papa"
    3:15
  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Primeira dama chinesa defende avanços na igualdade

    Mundo

    A primeira dama chinesa, Peng Liyuan, defendeu os avanços da China em matéria de igualdade dos géneros. Uma rara entrevista, difundida numa altura em que feministas chinesas asseguram serem controladas pela polícia face às suas campanhas.