sicnot

Perfil

País

Casal encontrado morto a tiro em Coimbra, suspeita de homicídio seguido de suicídio

Um casal de idosos foi hoje encontrado, morto a tiro, numa casa no centro de Coimbra, suspeitando a polícia que se tratou de homicídio seguido de suicídio perpetrado pelo homem, disse à agência Lusa fonte policial.

(Lusa/ Arquivo)

(Lusa/ Arquivo)

LUSA

Segundo a mesma fonte, os corpos foram encontrados pela PSP de Coimbra, cerca das 9:15, depois da filha do casal ter encontrado a mãe deitada no chão da casa, já morta, e ter dado o alerta.

 

O caso, cuja investigação já foi remetida para a Polícia Judiciária (PJ), verificou-se nas instalações de uma antiga pensão, que atualmente serviam de domicílio ao casal de idosos, cujas idades se situam, segundo a polícia, entre os 75 e 80 anos.

 

Os corpos foram transportados para o Instituto Nacional de Medicina Legal de Coimbra no âmbito das formalidades e averiguações em curso.


Lusa

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.