sicnot

Perfil

País

Acesso à internet fixa cresceu 10,4% em 2014

O número de acessos à internet fixa cresceu 10,4% no ano passado, o maior aumento desde 2005, e atingiu em dezembro os 2,83 milhões de acessos, adiantou a Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM).

reuters

Em comunicado, o regulador divulgou hoje que a fibra ótica deu o maior contributo para o crescimento do número de acessos, tendo aumentado 36% em 2014 e 8% no último trimestre do ano, alcançando 622 mil clientes, e revelou que, em termos absolutos, o crescimento do número de acessos FTTH/FTTB (acessos em fibra ótica) no 4.º trimestre foi o maior de sempre (mais 45 mil). 

Apesar disso, acrescenta, a principal tecnologia de acesso à Internet em banda larga fixa "continua a ser o ADSL", representando 38,5% do total, seguindo-se o modem cabo, com 35,6%, e a Internet sobre fibra ótica, com 22%. 

Por sua vez, o segundo maior contributo para o aumento do número de acesso foi dado pelo acesso através de LTE (Long Term Evolution) em local fixo, que cresceu 26,1% face ao trimestre anterior.

No ano passado, as quotas de acessos fixos do Grupo PT, do Grupo NOS e da Cabovisão situaram-se nos 48,5%, 35% e 5,3%, respetivamente (redução de dois pontos percentuais, 1,2 pontos percentuais e 0,8 pontos percentuais, respetivamente). 

A Anacom refere que "a Vodafone foi o único prestador a aumentar a sua quota, que atingiu 10,6% em dezembro, mais 4,1 pontos percentuais do que no período homólogo" e diz que "o Grupo Altice tinha 5,5% dos acessos, registando uma quebra de 0,8 pontos percentuais em 2014".

Quanto ao tráfego, a MEO tem uma quota de 43%, seguida da NOS, com 41,9%, e da Vodafone, 8,8%. O grupo Altice é responsável por 5,2% do tráfego de banda larga fixa.

Por outro lado, o número de utilizadores que efetivamente utilizaram o serviço de banda larga móvel foi de 4,8 milhões, mais 6,8% face ao trimestre anterior e mais 23,3% em termos homólogos. 

"A evolução da banda larga móvel tem sido impulsionada, sobretudo, pelo aumento do número de utilizadores de 'smartphones', que neste trimestre já representam 52,4% do total de utilizadores de telemóvel, o que representa um crescimento de 9,6 pontos percentuais face ao trimestre homólogo.

A quota de clientes ativos de banda larga móvel da MEO é de 47,4%, seguindo-se a Vodafone e a NOS, com 26,5% e 25,9%, respetivamente. 

O Grupo NOS aumentou em termos homólogos a sua quota em quatro pontos percentuais, a MEO em dois pontos percentuais, enquanto a Vodafone registou uma quebra homóloga de 6,1 pontos percentuais.

Considerando o tráfego de banda larga móvel, a NOS tem uma quota de 43,8%, seguindo-se a MEO, com 29,8%, e a Vodafone, com 26,4%.

As receitas provenientes do serviço de acesso fixo à Internet 'stand-alone' e de pacotes de serviços que incluem este serviço totalizaram cerca de 1.194 milhões de euros em 2014, mais 14,5% do que no ano anterior. 

No que se refere às receitas do serviço de acesso à Internet móvel, atingiram 303,4 milhões em 2014, valor que traduz uma quebra homóloga de 12,4%. 



Lusa
  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.