sicnot

Perfil

País

EPAL rescindiu com mais de 3500 clientes por falta de pagamento em 2014

A Epal cortou a água a 10.059 clientes em 2014 e rescindiu contrato com 3.583 por falta de pagamento, indicam dados da empresa divulgados hoje pelo Observatório Luta Contra a Pobreza na Cidade de Lisboa.

(REUTERS/ ARQUIVO)

De acordo com indicadores de consumo e de cobrança da Epal reunidos pelo Observatório e hoje divulgados, no ano passado a Empresa Pública de Águas Livres emitiu 2.514.083 faturas relativas a consumos de água, 82.894 (3,2%) das quais foram avisos de corte por falta de pagamento na data inicialmente indicada.

Destes, de acordo com a empresa, acabaram por ser expedidos 12.624 cortes de água, dos quais 10.059 foram efetivamente cumpridos.

Os dados revelam que foram ainda emitidas 4.773 cartas de rescisão de contratos e, destas, 3.583 referiam-se a rescisões por dívidas.

Foram também celebrados com 368 clientes acordos para o pagamento de faturas.

Em 2014, existiam 1.679 clientes com tarifa social de água (redução do preço para clientes cujo rendimento bruto do agregado familiar é inferior a 75% do valor anual da retribuição mínima mensal garantida) e 1.421 com tarifa familiar, uma hipótese que beneficia agregados familiares com cinco ou mais elementos.

Estes valores representam um decréscimo de 17% dos cortes efetivados no ano passado face a 2013, ano em que foram concretizados 12.122 cortes de água.

Apesar disso, em 2014, a Epal emitiu mais 9% de avisos de corte do que no ano anterior (76.069) e passou mais 1,8% de faturas, já que, em 2013, tinha um total de 2.469.099.

O Observatório da Luta Contra a Pobreza na Cidade de Lisboa é uma iniciativa da EAPN Portugal - Rede Europeia Anti Pobreza, que pretende contribuir para o conhecimento da realidade socioeconómica de Lisboa e as políticas e medidas de combate à pobreza e vulnerabilidade social.


Lusa
  • Santana diz que Marcelo por vezes faz de conta que é primeiro-ministro
    1:12

    País

    Santana Lopes diz que a expectativa que Passos Coelho criou sobre o mau desempenho do Governo se está a virar-se contra ele. Numa entrevista ao jornal Expresso deste sábado, o ex-primeiro-ministro e ex-presidente da Câmara Municipal de Lisboa considera contudo que Passos Coelho ainda poderá ganhar as próximas eleições. Sobre Marcelo, o atual provedor da Santa Casa da Misericórdia diz que por vezes faz de conta que é o primeiro-ministro.

  • Coala do Zoo de Duisburg viaja para Lisboa 

    País

    A SIC acompanhou, em exclusivo, a transferência de uma coala do Zoo de Duisburg, na Alemanha, para o Jardim Zoológico de Lisboa. O animal foi transportado pela TAP e batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Uma reportagem para ver mais logo no Jornal da Noite da SIC.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Caravana com cinzas de Fidel chega este sábado a Santiago de Cuba
    2:01
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.