sicnot

Perfil

País

EPAL rescindiu com mais de 3500 clientes por falta de pagamento em 2014

A Epal cortou a água a 10.059 clientes em 2014 e rescindiu contrato com 3.583 por falta de pagamento, indicam dados da empresa divulgados hoje pelo Observatório Luta Contra a Pobreza na Cidade de Lisboa.

De acordo com indicadores de consumo e de cobrança da Epal reunidos pelo Observatório e hoje divulgados, no ano passado a Empresa Pública de Águas Livres emitiu 2.514.083 faturas relativas a consumos de água, 82.894 (3,2%) das quais foram avisos de corte por falta de pagamento na data inicialmente indicada.

Destes, de acordo com a empresa, acabaram por ser expedidos 12.624 cortes de água, dos quais 10.059 foram efetivamente cumpridos.

Os dados revelam que foram ainda emitidas 4.773 cartas de rescisão de contratos e, destas, 3.583 referiam-se a rescisões por dívidas.

Foram também celebrados com 368 clientes acordos para o pagamento de faturas.

Em 2014, existiam 1.679 clientes com tarifa social de água (redução do preço para clientes cujo rendimento bruto do agregado familiar é inferior a 75% do valor anual da retribuição mínima mensal garantida) e 1.421 com tarifa familiar, uma hipótese que beneficia agregados familiares com cinco ou mais elementos.

Estes valores representam um decréscimo de 17% dos cortes efetivados no ano passado face a 2013, ano em que foram concretizados 12.122 cortes de água.

Apesar disso, em 2014, a Epal emitiu mais 9% de avisos de corte do que no ano anterior (76.069) e passou mais 1,8% de faturas, já que, em 2013, tinha um total de 2.469.099.

O Observatório da Luta Contra a Pobreza na Cidade de Lisboa é uma iniciativa da EAPN Portugal - Rede Europeia Anti Pobreza, que pretende contribuir para o conhecimento da realidade socioeconómica de Lisboa e as políticas e medidas de combate à pobreza e vulnerabilidade social.


Lusa
  • Constitucional chumba algumas normas da lei de barrigas de aluguer

    País

    O Tribunal Constitucional chumbou algumas normas do acórdão sobre as barrigas de aluguer. De acordo com o Expresso, a decisão já foi comunicada à Assembleia da República. A obrigatoriedade da regulamentação da lei ser feita pelo Parlamento e não pelo Governo terá sido unânime.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • A história do bebé que continua a lutar pela vida depois do tribunal ter desligado as máquinas

    Mundo

    Alfie Evans sofre de uma doença cerebral degenerativa. A sua condição levou o caso à justiça e, depois de uma batalha judicial entre os pais e o hospital, os juízes determinaram que as máquinas do suporte artificial de vida fossem desligadas. Apesar de os aparelhos terem sido desligados na segunda-feira à noite, segundo os pais, a criança de 23 meses continua a lutar pela vida, respirando sozinha.

    SIC

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17
  • O recado de Donald Trump à Coreia do Norte 

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, exortou Pyongyang a eliminar todo o seu arsenal nuclear, precisando o que queria dizer exatamente ao apelar para a "desnuclearização" do regime totalitário, antes de uma aguardada cimeira com o líder norte-coreano.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31