sicnot

Perfil

País

Inscrições para os exames nacionais começam hoje

As  inscrições para os exames nacionais do ensino secundário começam hoje e decorrem até dia 20 deste mês, de acordo com um despacho de regulamentação das provas e exames deste ano letivo, hoje publicado.

(Lusa/Arquivo)

(Lusa/Arquivo)

(Lusa/Arquivo)

O prazo de inscrições no ensino secundário é válido para todos os alunos que queiram realizar exames nacionais, sejam internos ou autopropostos. Para as provas finais do 1.º, 2.º e 3.º ciclos todos os alunos internos ficam automaticamente inscritos, sendo apenas necessária a inscrição para os alunos externos ou com origem em outros tipos de ensino, como o recorrente ou o vocacional.

Pais e alunos vão poder encontrar o guia de exames na página na Internet da Direção-Geral do Ensino Superior, no endereço http://www.dges.mctes.pt/DGES/pt.

A 1.ª fase dos exames nacionais do ensino secundário decorre este ano letivo entre 15 e 25 de junho
  • Rui Vitória não espera facilidades frente ao Tondela
    1:34

    Desporto

    O líder do campeonato, o Benfica, recebe este domingo o último classificado, o Tondela. Na conferência de antevisão do encontro, Rui Vitória afirmou que não espera facilidades. O treinador do Benfica falou ainda de Sebastian Coates.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.