sicnot

Perfil

País

PJ detém quatro participantes de esquema fraudulento que lesava contas do Estado

A Policia Judiciária deteve esta segunda-feira quatro pessoas por burla qualificada, falsificação de documentos e branqueamento de capitais. São três portugueses e um estrangeiro que tinham um esquema fraudulento, com o qual conseguiram retirar dinheiro de contas individuais e coletivas, nomeadamente organismos do Estado.

Noutros casos, os quatro detidos conseguiram desviar para as suas contas bancárias pagamentos de organismos públicos a empresas prestadoras de serviços. Foram lesadas câmaras municipais, hospitais e institutos públicos.

No decurso da investigação, dirigida pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal do Ministério Publico, a Judiciária apreendeu mais de 1,5 milhões de euros das contas dos detidos.
  • Investigadas 54 pessoas, a maioria políticos, por suspeitas de corrupção na Petrobras
    1:06

    Mundo

    No Brasil, 54 pessoas, a maioria políticos, vão ser investigadas por suspeitas de envolvimento num esquema de corrupção na empresa Petrobras. O pedido foi feito ontem pela Procuradoria-Geral da República ao Supremo Tribunal Federal. A operação Lava Jato investiga corrupção e branqueamento de capitais. Os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado podem estar entre os suspeitos.

  • "Fiquei absolutamente perplexo com a escolha de Elina Fraga"
    0:43

    País

    Rogério Alves diz que ficou perplexo com a escolha de Elina Fraga para a vice-presidência do PSD. Em declarações à TSF e Diário de Notícias, o antigo bastonário da Ordem dos Advogados lembra as divergências com o governo de Passos Coelho, sobretudo em matérias de justiça.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07