sicnot

Perfil

País

Passos Coelho desloca-se ao Japão no final de março

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, desloca-se ao Japão no final de março, encontrando-se com o imperador e o primeiro-ministro nipónicos, num programa que deverá incluir visitas a empresas e universidades.

© Hugo Correia / Reuters

De acordo com o programa provisório da visita, Passos Coelho estará entre 26 e 29 de março em Quioto e Tóquio, recebendo o doutoramento honoris causa pela Universidade de Estudos Estrangeiros de Quioto.

O primeiro-ministro visita empresas e encontra-se com empresários japoneses, participando num seminário empresarial, mantendo ainda um encontro com a comunidade portuguesa em Tóquio.

No decurso da visita está prevista a assinatura de protocolos entre universidades dois países, bem como de memorandos entre a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) e uma empresa japonesa.



Lusa
  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.