sicnot

Perfil

País

Família de português preso preventivamente em Díli inicia campanha nas redes sociais

A família de um cidadão português preso preventivamente em Díli desde outubro do ano passado e contra quem, até agora, ainda não foi formulada qualquer acusação, iniciou hoje nas redes sociais uma campanha de sensibilização para o caso.

A campanha,  Justice for Tiago Guerra, que pede ainda para que se enviem cartas às autoridades timorenses, refere-se ao caso de Tiago Guerra, que foi detido em Díli, juntamente com a mulher no passado dia 18 de outubro.

Inês Lau, irmã de Tiago Guerra e atualmente a residir no Brasil, é um dos familiares envolvidos na campanha, tendo já enviado uma carta ao primeiro-ministro, Rui Araújo, com conhecimento para o chefe de Estado timorense, Taur Matan Ruak, o chefe do Governo português, Pedro Passos Coelho e para o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário.

Na carta, a que a Lusa teve acesso, Inês Lau manifesta preocupação pela detenção do seu irmão sem que, até ao momento tenha sido feita qualquer acusação. 

"Até à presente data, o Tiago continua detido em prisão preventiva em Bécora e a sua mulher está com um Termo de Identidade e Residência, impossibilitada de se ausentar do país", disse.

"Sabendo que o Tiago, ao fim de cinco meses de detenção, ainda não foi formalmente acusado, nem tão pouco diretamente responsabilizado por qualquer crime por ele cometido, venho manifestar junto de Vossa Excelência a minha profunda preocupação pela situação do Tiago, agravada pelas insuficiências do sistema judicial de Timor-Leste", escreve.

A irmã de Tiago Guerra apela à "intervenção pessoal" do chefe do Governo timorense para "a breve resolução desta lamentável situação".

Nas mensagens de sensibilização sobre a situação do Tiago Guerra - que estão igualmente a ser divulgadas através de uma página do facebook - Inês Lau refere que a sua cunhada, Fong Fong Chan, continua impossibilitada de sair de Timor-Leste.

Os filhos do casal estão atualmente "a morar com os avós paternos em Portugal".

Inês Lau denuncia as condições da prisão onde se encontra o irmão, referindo que está a partilhar uma cela com outros presos, "em débeis condições de higiene (sem água canalizada, cama ou sequer um colchão".

"Aconselhados pelos advogados e acreditando na justiça e que tudo se resolveria com brevidade, visto o Tiago não ter cometido qualquer crime, pouco fizemos para tornar do conhecimento público esta causa que se tornou humanitária", disse.

"Ao fim de quase cinco meses damo-nos conta de que nada mudou e de que se nada for feito, o Tiago permanecerá encarcerado indefinidamente, esquecido, inocente, e a sua mulher, Fong Fong, continuará impossibilitada de sair do país. Os filhos sentem muito a ausência dos pais e anseiam para que ambos regressem a casa", escreve, pedindo que se gere uma "corrente de solidariedade".

Não foi possível à agência Lusa obter junto do Ministério Público ou da procuradoria-geral timorense qualquer informação sobre o processo de Tiago Guerra.


Lusa


  • Vários mortos em avalancha em Itália

    Mundo

    Várias pessoas morreram numa avalanche que atingiu um hotel numa estação de esqui na montanha de Gran Sasso, Itália, divulgaram os média locais citando as equipas de socorro. As autoridades italianas admitem a existência de cerca de 30 mortos.

    Em desenvolvimento

  • As alterações na carta de condução que ajudam a poupar
    6:16
  • George H. W. Bush nos cuidados intensivos e mulher também hospitalizada

    Mundo

    O antigo Presidente dos Estados Unidos da América e a sua mulher estão hospitalizados em Houston, no Texas. George H. W. Bush foi admitido no sábado, devido a um problema respiratório derivado de pneumonia, enquanto Barbara Bush entrou esta quarta-feira no hospital, por sintomas de fadiga e tosse.

  • Nevão provocou corte de energia no centro dos EUA
    1:37

    Mundo

    Uma tempestade de neve no centro dos Estados Unidos da América provocou cortes no abastecimento de eletricidade, atrasos em voos e dificuldades na circulação rodoviária. Em Espanha, a descida das temperaturas levou à emissão de avisos em 30 províncias de norte a sul do país e deixou 27.700 alunos sem aulas em Valência.

  • Cadela sobrevive após engolir faca de cozinha

    Mundo

    Na Escócia, uma história de sobrevivência, no mínimo, bicuda. Uma cadela engoliu uma faca de cozinha com mais de 20 centímetros, manteve-a dentro de si durante algumas semanas mas sobreviveu, depois de ser operada de urgência..