sicnot

Perfil

País

PJ detém polícia por suspeita de roubo na Amadora

Um agente da Polícia de Segurança Pública foi hoje detido pela Polícia Judiciária por suspeita de envolvimento em dois roubos, alegadamente cometidos no concelho da Amadora, disseram à agência Lusa fontes policiais.

Segundo uma das fontes, o polícia, de cerca de 30 anos, "é suspeito de ter ficado com os pertences de duas pessoas, abordadas no âmbito da sua atuação como agente policial", as quais apresentaram queixa do detido, que já estava "referenciado negativamente" pela PSP.

A mesma fonte acrescentou que os alegados roubos "ocorreram há mais de um ano e que foi a própria PSP que encaminhou o processo para o Ministério Público, [tendo este] remetido a investigação para a PJ".

Outra fonte policial acrescentou estarem em curso "processos disciplinares" internos contra o polícia detido, que estava colocado na Esquadra da Mina, concelho da Amadora.

O agente detido pernoitará hoje nas instalações do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, em Moscavide, e vai ser presente a primeiro interrogatório judicial na manhã de quarta-feira, no Tribunal de Sintra.



Lusa
  • Pagar IMI a prestações e um Documento Único Automóvel mais pequeno

    País

    O programa Simplex + 2017 é apresentado hoje à tarde e recebeu mais de 250 propostas de cidadãos ao longo dos últimos meses. As novas medidas preveem o pagamento em prestações do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a criação de um simulador de custos da Justiça, que devem estar em vigor no próximo ano.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • "Toda a gente merece direitos iguais"
    0:14

    Mundo

    A polícia de Istambul montou cordões de segurança para dispersar a multidão que se juntou para a Marcha do Orgulho Gay, este domingo. O Governo proibiu a marcha por considerar que representa um risco para a segurança pública. Uma das ativistas fala numa decisão sem sentido, e diz que todas as pessoas merecem direitos iguais.

  • "Ela veio lá de fora e começou a atropelar as pessoas"
    0:43

    Mundo

    O atropelamento deste sábado em Newcastle, no Reino Unido, provocou pelo menos seis feridos. No local, as pessoas relatam momentos de pânico. Uma testemunha afirma que a condutora nunca perdeu o controlo do carro e que dirigiu intencionalmente contra a multidão.