sicnot

Perfil

País

Passos Coelho hoje em Argel com energia na agenda

A quarta cimeira luso-argelina realiza-se hoje, em Argel, com a diversificação dos setores de cooperação na agenda, nomeadamente na área da segurança energética e das energias renováveis, num contexto de intensificação das relações económicas.

Reuters

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, lidera a delegação portuguesa, em que participam o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, o ministro da Economia, António Pires de Lima, e o ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, Jorge Moreira da Silva.

A cimeira decorre num "contexto de intensificação do relacionamento bilateral entre os dois países, em particular na área económica", estando a Argélia entre os cinco principais países de destino de exportações portuguesas fora do espaço europeu e o segundo do mercado africano, a seguir a Angola, disse à Lusa fonte diplomática.

As obras públicas e a construção civil são as áreas a que se dedicam o maior número de empresas portuguesas a atuar na Argélia e há "interesse em diversificar setores de cooperação, o que inclui a área da energia, tanto ao nível de segurança energética como de energia renováveis, na qual Portugal tem 'know-how'", referiu a mesma fonte.

Serão assinados nove acordos ou protocolos entre os dois países, em áreas como a energia, os transportes, a cultura, cooperação de instituições diplomáticas, cooperação na área dos arquivos, bem como entre a agência Lusa e a sua congénere argelina, de acordo com a mesma fonte.

O programa prevê um encontro do primeiro-ministro português com o seu homólogo argelino, Abdelmalek Sellal, às 12:20 (11:20 em Lisboa), no Palácio do Governo, em que decorrerá uma "reunião plenária com a participação dos membros dos executivos de ambos os países, ocasião em que serão assinados documentos.

Em seguida, haverá uma conferência de imprensa conjunta, que decorrerá antes do almoço oficial que o primeiro-ministro da República Democrática e Popular da Argélia oferecerá a Pedro Passos Coelho, previsto para as 14:00.

O programa inclui ainda um encontro do primeiro-ministro português com o Presidente da República argelino, Abdelaziz Bouteflika, na residência da Presidência da República, às 16:00.


  • Os apelos de Marcelo para a reforma do Estado
    1:36

    País

    O Presidente da República lamentou este sábado que o consenso para uma reforma do Estado seja um sonho adiado. No enceramento do congresso "Portugal no Futuro", Marcelo Rebelo de Sousa apelou a entendimentos em áreas estratégicas e defendeu que é preciso passar as palavras à ação, o quanto antes.

    Débora Henriques

  • Tragédia de Vila Nova da Rainha foi há uma semana
    7:18
  • Escutas da Operação Marquês "não podem servir de prova"
    1:36

    Operação Marquês

    As defesas de José Sócrates e de Ricardo Salgado queixam-se que as escutas do processo Marquês estão infetadas por um vírus informático. Os advogados dizem que tal como estão as escutas não podem servir de prova. No entanto, o Ministério Público diz que estão reunidas as condições para começar a contar o prazo para a abertura de instrução.

    Luís Garriapa

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52