sicnot

Perfil

País

Professores e funcionários das escolas juntam-se à greve da Função Pública

Professores e funcionários não docentes aderem na sexta-feira à greve da Função Pública, em defesa de políticas de valorização do ensino e da profissão.

(AP/ Arquivo)

(AP/ Arquivo)

(Francisco Seco/ AP)

Tanto a Federação Nacional dos Professores (FENPROF), como os sindicatos da Federação Nacional da Educação (FNE) aderem à paralisação, no âmbito da FESAP, a Federação Sindical de Sindicatos da Administração Pública, disse hoje à agência Lusa fonte da estrutura sindical que representa professores e outros funcionários das escolas.

A FENPROF anunciou hoje, em comunicado, que vai participar na greve, alegando ser extensa a lista de razões:

 "A municipalização, mobilidade especial, Prova de Avaliação de Conhecimentos e Capacidades, despedimentos, injustiças várias nos concursos e horários de trabalho cada vez mais sufocantes". 

Os professores contestam também o congelamento das carreiras, os cortes salariais e das pensões, o atraso no pagamento de salários a milhares de professores e o agravamento dos requisitos para a aposentação.

"Também o sistema educativo e a escola pública, em particular, têm sofrido muito com medidas como os cortes orçamentais que, em 4 anos, foram superiores a 3.000 milhões de euros", afirma a FENPROF.

A maior estrutura sindical de professores acusa igualmente o governo de desrespeitar os princípios da educação inclusiva.

A greve de dia 13, dizem, "será ainda um forte grito de protesto contra a falta de referências éticas e morais de governantes que, ao longo dos últimos anos, têm imposto grandes sacrifícios aos portugueses".


Lusa

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC