sicnot

Perfil

País

PS exige esclarecimento sobre "bolsa de contribuintes VIP"

PS exige esclarecimento sobre "bolsa de contribuintes VIP"

Ferro Rodrigues diz que a questão da lista de contribuintes VIP é política e não judicial. O líder parlamentar do PS falou em Gaia nas jornadas parlamentares do partido, onde disse que os socialistas estão atentos à alegada lista.

Ferro Rodrigues falava na sessão de abertura das Jornadas Parlamentares do PS, numa fase do discurso em que se referiu ao facto de o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, ter negado a existência de uma "bolsa VIP" de contribuintes, durante o debate quinzenal de quarta-feira passada - posição logo depois contrariada por dirigentes sindicais.

"Não fiquem ilusões porque o PS, a todos os níveis, no parlamento e fora do parlamento, quererá saber exatamente o que se passa com a chamada bolsa de contribuintes de VIP. O primeiro-ministro respondeu-me que não existia, mas resguardou-se sempre num comunicado das finanças e dos responsáveis administrativos, mas agora há um dirigente sindical a dizer que há mesmo essa lista VIP e que foi entregue pelo secretário de Estado dos Assuntos Fiscais [Paulo Núncio]", referiu Ferro Rodrigues.

Perante estas contradições, o presidente do Grupo Parlamentar do PS salientou que o país "não está confrontado com uma questão judicial" - isto, depois de o secretário de Estado ter dito que vai processar os autores da denúncia.

"Esta é uma questão política. Queremos que esta questão fique clara e aquilo que o primeiro-ministro disse, para nós, não chega", frisou Ferro Rodrigues.


Com Lusa
  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Quando o cancro chega por mero acaso
    1:55

    Mundo

    Cerca de dois terços das mutações que ocorrem nas células cancerígenas devem-se ao acaso, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Diretor do Programa Nacional Doenças Oncológicas alerta para a importância de um diagnóstico precoce e um estilo de vida saudável como forma de reduzir a fatalidade.