sicnot

Perfil

País

Ano Internacional da Luz vai levar "iluminação constante" às escolas portuguesas

O coordenador nacional do Ano Internacional da Luz (AIL), Carlos Fiolhais, disse hoje que a iniciativa vai proporcionar "uma iluminação constante" e levar "um conjunto de pequenas luzes" às escolas básicas e secundárias.

AP

As comemorações do AIL, em países de todos os continentes, são "um programa para unir e tornar o mundo mais solidário", declarou Carlos Fiolhais à agência Lusa.

Na segunda-feira, o cientista e professor catedrático da Universidade de Coimbra vai intervir na apresentação do programa "Haja Luz nas Escolas", que é também o tema da conferência que proferirá na Escola Secundária Passos Manuel, em Lisboa.

Ao longo do ano, "quer-se que os olhos brilhem e vejam mais", disse, realçando a importância de divulgar o papel da luz ao longo da história e a sua relação direta com o desenvolvimento da humanidade.

As atividades comemorativas do Ano Internacional da Luz são "uma oportunidade para se tomar mais consciência do papel da luz na vida", em Portugal e a nível planetário, afirmou.

O coordenador da comissão nacional do AIL disse que "a ciência e a tecnologia não têm sido para todos", mas que "ninguém é excluído" destas celebrações em Portugal, podendo os cidadãos e instituições diversas realizar as suas próprias iniciativas.

As escolas têm a possibilidade de solicitar a participação de cientistas, engenheiros ou artistas, entre outros preletores, e escolher temas de um menu que será disponibilizado pela comissão.

O projeto "Haja Luz nas Escolas", dedicado ao público escolar, vai ser apresentado na segunda-feira, às 15:00, na Escola Passos Manuel, em Lisboa.

A sessão começa com uma intervenção da presidente da Sociedade Portuguesa de Física (SPF), Teresa Peña, seguindo-se a palestra do físico Carlos Fiolhais, o "Show de Luz Física Viva", produzido pelo Centro Ciência Viva de Aveiro -- Fábrica, e uma conferência de imprensa sobre o AIL.

Dirigidas às escolas, as comemorações integram palestras, cafés de ciência e 'workshops' realizados por centros Ciência Viva e museus, uma exposição itinerante de hologramas e um concurso de fotografia.

"Para apoiar os professores nesta área tão presente nas nossas vidas, está em preparação um curso de formação de professores e 'kits' desenvolvidos pela SPF no âmbito do projeto LIGHT 2015", segundo uma nota da comissão nacional.

Em Portugal, o AIL é promovido pela SPF, Comissão Nacional da UNESCO e Ciência Viva, em colaboração com a Sociedade Portuguesa de Óptica e Fotónica, a Sociedade Portuguesa de Química e a Ordem dos Biólogos.

Declarado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e a Cultura (UNESCO), o Ano Internacional da Luz arrancou oficialmente em janeiro, em Paris, com um programa em que estiveram representados mais de 100 países, reunindo mais de mil pessoas.


LUSA
  • Atentado "falhado" em Nova Iorque
    1:43

    Mundo

    Uma explosão numa das zonas mais movimentadas de Manhattan fez quatro feridos, esta segunda-feira. Entre eles está o homem que transportava o engenho e que foi entretanto detido.

  • 10 Minutos com Leonor Beleza
    10:27

    10 Minutos

    A nossa convidada desta segunda-feira ainda é conhecida por ter sido ministra da Saúde e pelo seu trabalho à frente da Fundação Champalimaud. Mas desta vez vamos falar com Leonor Beleza sobre os 40 anos da revisão do Código Civil, em que esteve envolvida.

    Entrevista completa