sicnot

Perfil

País

Ano Internacional da Luz vai levar "iluminação constante" às escolas portuguesas

O coordenador nacional do Ano Internacional da Luz (AIL), Carlos Fiolhais, disse hoje que a iniciativa vai proporcionar "uma iluminação constante" e levar "um conjunto de pequenas luzes" às escolas básicas e secundárias.

AP

As comemorações do AIL, em países de todos os continentes, são "um programa para unir e tornar o mundo mais solidário", declarou Carlos Fiolhais à agência Lusa.

Na segunda-feira, o cientista e professor catedrático da Universidade de Coimbra vai intervir na apresentação do programa "Haja Luz nas Escolas", que é também o tema da conferência que proferirá na Escola Secundária Passos Manuel, em Lisboa.

Ao longo do ano, "quer-se que os olhos brilhem e vejam mais", disse, realçando a importância de divulgar o papel da luz ao longo da história e a sua relação direta com o desenvolvimento da humanidade.

As atividades comemorativas do Ano Internacional da Luz são "uma oportunidade para se tomar mais consciência do papel da luz na vida", em Portugal e a nível planetário, afirmou.

O coordenador da comissão nacional do AIL disse que "a ciência e a tecnologia não têm sido para todos", mas que "ninguém é excluído" destas celebrações em Portugal, podendo os cidadãos e instituições diversas realizar as suas próprias iniciativas.

As escolas têm a possibilidade de solicitar a participação de cientistas, engenheiros ou artistas, entre outros preletores, e escolher temas de um menu que será disponibilizado pela comissão.

O projeto "Haja Luz nas Escolas", dedicado ao público escolar, vai ser apresentado na segunda-feira, às 15:00, na Escola Passos Manuel, em Lisboa.

A sessão começa com uma intervenção da presidente da Sociedade Portuguesa de Física (SPF), Teresa Peña, seguindo-se a palestra do físico Carlos Fiolhais, o "Show de Luz Física Viva", produzido pelo Centro Ciência Viva de Aveiro -- Fábrica, e uma conferência de imprensa sobre o AIL.

Dirigidas às escolas, as comemorações integram palestras, cafés de ciência e 'workshops' realizados por centros Ciência Viva e museus, uma exposição itinerante de hologramas e um concurso de fotografia.

"Para apoiar os professores nesta área tão presente nas nossas vidas, está em preparação um curso de formação de professores e 'kits' desenvolvidos pela SPF no âmbito do projeto LIGHT 2015", segundo uma nota da comissão nacional.

Em Portugal, o AIL é promovido pela SPF, Comissão Nacional da UNESCO e Ciência Viva, em colaboração com a Sociedade Portuguesa de Óptica e Fotónica, a Sociedade Portuguesa de Química e a Ordem dos Biólogos.

Declarado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e a Cultura (UNESCO), o Ano Internacional da Luz arrancou oficialmente em janeiro, em Paris, com um programa em que estiveram representados mais de 100 países, reunindo mais de mil pessoas.


LUSA
  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • "Reforma da Proteção Civil esgotou prazo de validade"
    2:34

    Tragédia em Pedrógão Grande

    António Costa reconheceu esta quinta-feira que a reforma da Proteção Civil que liderou em 2006 está esgotada, e não pode dar resultados sem uma reforma da floresta. Na mesma altura, o ministro da Agricultura admitiu que os problemas já estavam identificados há uma década, sem explicar por que razão não foram atacados pelo Governo socialista da altura.

  • "De um primeiro-ministro esperam-se respostas, não perguntas"
    0:35

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Assunção Cristas acusa o ministro da Agricultura de ter deitado ao lixo a legislação do anterior Governo que poderia ser útil no combate aos incêndios. O CDS exige uma responsabilização política pela tragédia de Pedrógão Grande, diz que há muito por esclarecer e por esse motivo entregou esta quinta-feira ao primeiro-ministro um conjunto de 25 perguntas.

  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

    Última Hora

  • Revestimento da Torre de Grenfell era tóxico e inflamável
    1:52
  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.