sicnot

Perfil

País

Governo prevê investir 750 milhões na preservação da zona costeira até 2050

O ministro do Ambiente e Ordenamento do Território, Jorge Moreira da Silva, anunciou esta segunda-feira que o Governo pretende investir 750 milhões de euros até 2050 no combate à erosão costeira do litoral português.

O ministro do Ambiente disse ainda que espera ter concluído também até junho uma proposta de gestão integrada da zona costeira. (Arquivo)

O ministro do Ambiente disse ainda que espera ter concluído também até junho uma proposta de gestão integrada da zona costeira. (Arquivo)

© Nacho Doce / Reuters

O anúncio foi feito hoje à tarde, em Lisboa, na apresentação de um relatório sobre a erosão costeira, elaborado por um grupo de trabalho criado pelo Governo, cuja principal conclusão foi a necessidade de alimentar artificialmente, de forma sistemática, a areia das praias.

"Para nós é esforço urgente e prioritário. Portugal está numa situação de maior vulnerabilidade do que outros países. Tem 25% da sua costa sob erosão e 66% sob risco. Por isso é fundamental que, mesmo num quadro de restrição orçamental, possamos fazer a adaptação às alterações climáticas", afirmou aos jornalistas Jorge Moreira de Silva.

Nesse sentido, o ministro afirmou que o Governo prevê realizar um investimento de 200 milhões de euros até 2020 (inserido no quadro comunitário de apoio Portugal2020) e 750 milhões de euros até 2050, através de ações de planeamento e proteção, elaboração de cartas de risco, alimentações artificiais de praias e monitorização da costa portuguesa.

Jorge Moreira da Silva explicou que dado o "défice de sedimentos existentes em algumas zonas de costa que o governo pretende levar a cabo "alimentações de elevada magnitude", estando neste momento a "identificar fontes possíveis de sedimentos", trabalho que deverá estar concluído até junho.

Para esse trabalho, Jorge Moreira da Silva referiu que terá de existir uma maior articulação entre o Governo e a gestão dos portos, uma vez que muitas das "dragagens" (remoção de sedimentos) serão feitas aí.

O ministro do Ambiente disse ainda que espera ter concluído também até junho uma proposta de gestão integrada da zona costeira.

O relatório sobre a orla costeira portuguesa foi coordenado por Filipe Duarte Santos que alertou para a rápida erosão da costa e para a necessidade de adotar medidas para o curto prazo (2020), mas também médio (2050) e longo (2100)

O grupo de trabalho identificou como a zona mais crítica o troço entre a foz do Douro e a Nazaré.
Lusa
  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.