sicnot

Perfil

País

Cavaco Silva com François Hollande no final de visita a Paris

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, encontra-se hoje pela primeira vez com o seu homólogo francês, François Hollande, no último de dois dias de uma deslocação a Paris, onde terá ainda um encontro com investidores franceses.      

(Lusa/ Arquivo)

(Lusa/ Arquivo)

MIGUEL A. LOPES/ LUSA

Cavaco Silva inicia o dia com um pequeno-almoço de trabalho com 23 empresários e investidores de várias áreas, entre as quais os presidentes do fundo de investimento Adrian, Dominique Senequier, e da Altice - Telecomunicações (Numericable - SFR), Eric Denoyer, cujo grupo vai comprar a PT Portugal. 

No mesmo encontro estarão ainda presentes, na área da banca, o presidente do BNP Paribas, Jean Lemierre, no setor automóvel, o presidente da comissão executiva (CEO) da PSA Peugeot Citroen, Carlos Tavares, e Xavier Huillard, CEO da Vinci (construção e gestão de aeroportos).

O Presidente da República estará ainda reunido com dirigentes de empresas das áreas do tratamento de resíduos, aeronáutica, energia e transportes, hotelaria e energias renováveis.

Após este encontro, o chefe de Estado visitará a delegação da Fundação Calouste Gulbenkian, em Paris.

A visita de dois dias de Cavaco Silva à capital francesa termina com o encontro com François Hollande, no qual discutirão assuntos da agenda bilateral e internacional. 

O Governo português estará representado pelos secretários de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário, e pelo secretário de Estado das Finanças, Manuel Rodrigues.


Lusa
  • Governo quer aumentar fiscalização a baixas fraudulentas
    1:10

    País

    O Governo quer criar uma bolsa de médicos para fiscalizar quem recebe o subsídio por doença. A intenção foi manifestada à TSF pela secretária de Estado da Segurança Social. Em 2016 foram detetados mais de 56 mil trabalhadores com baixa médica que afinal estavam aptos para trabalhar.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.