sicnot

Perfil

País

Mais de mil pessoas autorizadas a tomar medicamento para a hepatite C

Mais de mil pessoas autorizadas a tomar medicamento para a hepatite C

Desde que o medicamento inovador que cura a hepatite C chegou a Portugal, o Infarmed já deu autorização para que mais de 1000 pessoas o tomassem. O medicamento significa a cura em mais de 90% dos casos.

  • Acordo para tratamento da hepatite C
    2:21

    País

    Está concluído o acordo entre Governo e laboratório sobre o medicamento que cura a hepatite C. É comparticipado a 100% pelo Estado. A sinalização dos doentes é obrigatória desde janeiro.

  • Mais de 1300 já recebem medicação inovadora para hepatite C

    País

    Já são mais de 1300 os doentes a receber tratamento para hepatite C. Além dos que já estão a ser tratados, há aprovação para avançar com o tratamento de outros 1700 doentes. Em entrevista à TSF, o presidente do Infarmed diz que os pedidos estão a ser aprovados com rapidez e que é possível ter acesso à medicação inovadora em menos de uma semana. 

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.