sicnot

Perfil

País

Chuva e trovoada marcam hoje início da primavera e dia de eclipse

A chuva e a trovoada vão marcar hoje o início do Equinócio da primavera, prevendo-se nebulosidade e vento forte nas terras altas, disse o meteorologista Ricardo Tavares, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Akintunde Akinleye / Reuters

"Para hoje [dia em que começa a primavera] e para o fim de semana estamos a prever períodos de céu muito nublado e aguaceiros com condições favoráveis à ocorrência de trovoadas, em especial nas regiões centro e sul e vento fraco a moderado, sendo forte nas terras altas", adiantou à agência Lusa Ricardo Tavares.

 

O meteorologista do IPMA disse também que está prevista queda de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela até ao início da manhã e para o final do dia e subida da temperatura.

 

De acordo com Ricardo Tavares, as temperaturas para hoje e no fim de semana vão oscilar entre subidas e descidas, mas "nada de significativo".

 

"As temperaturas vão ter alguma oscilação. Hoje prevê-se uma subida da máxima e descida da mínima, mas amanhã [sábado] já temos uma descida da máxima. No domingo não haverá grandes alterações", disse, salientando que as temperaturas máximas vão rondar os 20 graus Celsius na região norte.

 

De acordo com o Observatório Astronómico de Lisboa, o Equinócio da primavera começa hoje às 22:45.

 

"Este instante [22:45] marca o início da primavera no Hemisfério Norte. Esta estação prolonga-se por 92,75 dias até ao próximo Solstício que ocorre no dia 21 de junho às 17:38", indica ainda o Observatório Astronómico de Lisboa.

 

O dia de hoje é também marcado por um eclipse parcial do Sol, com a Lua a tapá-lo durante duas horas, um fenómeno que será total na região do Ártico e no extremo norte do Atlântico e que em Portugal tem início pelas 08:00 (hora de Lisboa) e termina pelas 10:00, com o pico a ocorrer pelas 09:00.

 

O arquipélago dos Açores é a região do país onde o Sol vai estar mais tapado pela Lua, ao contrário da Madeira, onde a dimensão do eclipse é menor, num fenómeno que se repete a cada período de aproximadamente 18 anos e 11 dias e que não deve ser observado diretamente sem filtros solares oculares devido ao risco de lesões irreversíveis nos olhos, como a cegueira. 

 

 Lusa

  • Como fotografar o eclipse solar com smartphone

    Eclipse solar

    As câmaras fotográficas associadas à maioria dos smartphones permitem captar imagens com muita qualidade. O iPhone 6, Samsung Galaxy S5, Sony Xperia Z3 e HTC One M8 são exemplos de aparelhos que possibilitam a obtenção de excelentes fotos, mas os eclipses solares são particularmente difíceis de fotografar. Aqui ficam algumas dicas de como aproveitar ao máximo esta sexta-feira a câmara do smartphone, desde que as nuvens não impeçam a observação do fenómeno.

  • As suas fotos e vídeos do eclipse

    Eclipse solar

    Esta sexta-feira de manhã vai ser visível no país um eclipse parcial do sol. A SIC convida-o a partilhar as suas fotos e vídeos do momento, através do email eureporter@sic.pt - mas ATENÇÃO: não se esqueça dos cuidados a ter na observação do fenómeno. E deixamos também algumas dicas de como fotografar o eclipse, sobretudo num telemóvel. Saiba mais abaixo, nos relacionados.

  • Cuidados a ter na observação do eclipse solar

    Eclipse solar

    O eclipse solar que vai ocorrer esta sexta-feira exige para a sua observação uma série de cuidados. Estes procedimentos de segurança são fundamentais para evitar qualquer dano ao nível da visão. A observação direta pode causar cegueira instantânea ou gradual, alerta o Observatório Astronómico de Lisboa (OAL).

  • Observar o eclipse solar sem proteção pode causar cegueira

    Eclipse solar

    O eclipse solar não traz riscos para a saúde, mas desperta curiosidade e a observação do Sol, sem a proteção adequada, pode trazer danos irreversíveis para a visão. Olhar para o Sol directamente e sem proteção é sempre perigoso, queima as células da retina e provoca lesões oftalmológicas graves. A observação do eclipse solar sem os devidos cuidados pode, no limite, provocar cegueira.

  • Passos explica porque se sentiu irritado com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o Presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas de que foi alvo.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.