sicnot

Perfil

País

Chuva e trovoada marcam hoje início da primavera e dia de eclipse

A chuva e a trovoada vão marcar hoje o início do Equinócio da primavera, prevendo-se nebulosidade e vento forte nas terras altas, disse o meteorologista Ricardo Tavares, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Akintunde Akinleye / Reuters

"Para hoje [dia em que começa a primavera] e para o fim de semana estamos a prever períodos de céu muito nublado e aguaceiros com condições favoráveis à ocorrência de trovoadas, em especial nas regiões centro e sul e vento fraco a moderado, sendo forte nas terras altas", adiantou à agência Lusa Ricardo Tavares.

 

O meteorologista do IPMA disse também que está prevista queda de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela até ao início da manhã e para o final do dia e subida da temperatura.

 

De acordo com Ricardo Tavares, as temperaturas para hoje e no fim de semana vão oscilar entre subidas e descidas, mas "nada de significativo".

 

"As temperaturas vão ter alguma oscilação. Hoje prevê-se uma subida da máxima e descida da mínima, mas amanhã [sábado] já temos uma descida da máxima. No domingo não haverá grandes alterações", disse, salientando que as temperaturas máximas vão rondar os 20 graus Celsius na região norte.

 

De acordo com o Observatório Astronómico de Lisboa, o Equinócio da primavera começa hoje às 22:45.

 

"Este instante [22:45] marca o início da primavera no Hemisfério Norte. Esta estação prolonga-se por 92,75 dias até ao próximo Solstício que ocorre no dia 21 de junho às 17:38", indica ainda o Observatório Astronómico de Lisboa.

 

O dia de hoje é também marcado por um eclipse parcial do Sol, com a Lua a tapá-lo durante duas horas, um fenómeno que será total na região do Ártico e no extremo norte do Atlântico e que em Portugal tem início pelas 08:00 (hora de Lisboa) e termina pelas 10:00, com o pico a ocorrer pelas 09:00.

 

O arquipélago dos Açores é a região do país onde o Sol vai estar mais tapado pela Lua, ao contrário da Madeira, onde a dimensão do eclipse é menor, num fenómeno que se repete a cada período de aproximadamente 18 anos e 11 dias e que não deve ser observado diretamente sem filtros solares oculares devido ao risco de lesões irreversíveis nos olhos, como a cegueira. 

 

 Lusa

  • Como fotografar o eclipse solar com smartphone

    Eclipse solar

    As câmaras fotográficas associadas à maioria dos smartphones permitem captar imagens com muita qualidade. O iPhone 6, Samsung Galaxy S5, Sony Xperia Z3 e HTC One M8 são exemplos de aparelhos que possibilitam a obtenção de excelentes fotos, mas os eclipses solares são particularmente difíceis de fotografar. Aqui ficam algumas dicas de como aproveitar ao máximo esta sexta-feira a câmara do smartphone, desde que as nuvens não impeçam a observação do fenómeno.

  • As suas fotos e vídeos do eclipse

    Eclipse solar

    Esta sexta-feira de manhã vai ser visível no país um eclipse parcial do sol. A SIC convida-o a partilhar as suas fotos e vídeos do momento, através do email eureporter@sic.pt - mas ATENÇÃO: não se esqueça dos cuidados a ter na observação do fenómeno. E deixamos também algumas dicas de como fotografar o eclipse, sobretudo num telemóvel. Saiba mais abaixo, nos relacionados.

  • Cuidados a ter na observação do eclipse solar

    Eclipse solar

    O eclipse solar que vai ocorrer esta sexta-feira exige para a sua observação uma série de cuidados. Estes procedimentos de segurança são fundamentais para evitar qualquer dano ao nível da visão. A observação direta pode causar cegueira instantânea ou gradual, alerta o Observatório Astronómico de Lisboa (OAL).

  • Observar o eclipse solar sem proteção pode causar cegueira

    Eclipse solar

    O eclipse solar não traz riscos para a saúde, mas desperta curiosidade e a observação do Sol, sem a proteção adequada, pode trazer danos irreversíveis para a visão. Olhar para o Sol directamente e sem proteção é sempre perigoso, queima as células da retina e provoca lesões oftalmológicas graves. A observação do eclipse solar sem os devidos cuidados pode, no limite, provocar cegueira.

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.