sicnot

Perfil

País

Conservatório recebeu garantia do ministro de que haverá dinheiro para obras

A diretora da Escola de Música do Conservatório Nacional (EMCN) disse hoje ter recebido a garantia do ministro da Educação, Nuno Crato, de que haverá dinheiro para obras de fundo na instituição, que ficarão a cargo da Parque Escolar.

"O conservatório tem dois tipos de obras: tem as urgentes e imediatas, e tem obras de fundo que precisam de ser feitas e que nós vamos iniciar, não tenhamos dúvidas sobre isso", declarou Nuno Crato, afirmando que os 43 mil euros para as obras urgentes "correspondem aos orçamentos apresentados pela escola em função das necessidades consideradas inadiáveis". (Arquivo)

"O conservatório tem dois tipos de obras: tem as urgentes e imediatas, e tem obras de fundo que precisam de ser feitas e que nós vamos iniciar, não tenhamos dúvidas sobre isso", declarou Nuno Crato, afirmando que os 43 mil euros para as obras urgentes "correspondem aos orçamentos apresentados pela escola em função das necessidades consideradas inadiáveis". (Arquivo)

Tiago Petinga / Lusa

Ana Mafalda Pernão, diretora da EMCN, foi uma das representantes da comissão de defesa da escola que hoje reuniram com o ministro Nuno Crato, o secretário de Estado da Administração Escolar, João Casanova de Almeida, e com Luís Carvalho, presidente da empresa Parque Escolar, que tem a seu cargo as obras de recuperação das escolas públicas no país.

O encontro de hoje, pedido pela comissão de defesa da EMCN, aconteceu um dia depois de o ministro Nuno Crato ter anunciado no parlamento que o Governo vai "iniciar o processo" para "obras de fundo" no edifício do Conservatório Nacional, uma "fase seguinte" às obras urgentes orçamentadas em 43 mil euros, para reparar telhado, tetos e pátio do edifício, e que aguardam autorização da Direção-Geral do Património Cultural para avançar.

"Foi uma agradável surpresa. O ministro anunciou que haveria dinheiro e que seríamos uma das escolas a integrar nas obras da Parque Escolar", disse à Lusa Ana Mafalda Pernão.

Da reunião saiu a garantia de que nas próximas semanas Luís Carvalho visitaria a escola e de que "num máximo de dois meses" deve estar concluído o programa que vai permitir lançar um concurso internacional de projeto.

"Queremos um projeto de muita qualidade para a escola, queremos requalificá-la para os próximos 50 ou 100 anos", disse a diretora da instituição.

A escola promoveu nas últimas semanas diversas iniciativas públicas e protestos para alertar para a necessidade de obras no edifício.

A degradação da escola levou ao encerramento de 10 salas, por motivos de segurança, deixando muitos alunos sem aulas.







Lusa
  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.