sicnot

Perfil

País

António Costa diz que Portugal andou "muitas décadas para trás" nos últimos 4 anos

O líder do PS, António Costa, afirmou hoje, em Barcelos, que Portugal, nos últimos quatro anos, andou "muitas décadas para trás", apontando como exemplos a produção de riqueza, o emprego e o investimento privado.

JULIEN WARNAND

Segundo António Costa, a riqueza que o país produz está ao nível de 2003, a população atualmente empregada é igual à de 1996, o investimento caiu para um nível semelhante ao de há três décadas.

"Em quatro anos, andámos muitas décadas para trás", referiu.

Apontou ainda os números da emigração, que "não eram tão elevados desde 1966".

Mas para o secretário-geral socialista, "o indicador mais grave" do "retrocesso" registado em Portugal nos últimos quatro anos é "o grande aumento da pobreza", nomeadamente a pobreza infantil e juvenil, com "31% dos portugueses dos 0 aos 18 anos abaixo do limiar da pobreza".

Por isso, Costa voltou a criticar a afirmação da ministra das Finanças "Portugal tem os cofres cheios", acusando o Governo de "descolar" da realidade.

"Uma sociedade não está cheia de nada se houver pessoas a viver sem dignidade", referiu.

Recebido em Barcelos com bombos, em tom de pré-campanha eleitoral, com uma arruada pela cidade, António Costa apelou à mudança nas próximas legislativas, dizendo que o atual Governo "não tem emenda, não tem cura e não tem perdão".

Classificou mesmo o executivo de Pedro Passos Coelho como "o Governo do passa culpa", por "nunca assumir responsabilidades de nada", seja do "caos" do início do ano letivo ou dos hospitais no pico da gripe, seja da "completa paralisação" dos tribunais por causa do colapso da plataforma Citius, seja no caso da alegada lista dos contribuintes VIP.

Para Costa, a política do atual Governo "falhou" porque "não olhou para os problemas com pragmatismo mas sim com radicalismo ideológico".

Um radicalismo que, acrescentou, o levou, sempre em nome do "grande objetivo" de redução da dívida, a "esmagar" a função pública, a cortar nas ajudas sociais, a aumentar as taxas moderadoras, a operar a quarta maior redução de salários de toda a União Europeia e a implementar uma carga fiscal "recorde" em Portugal.

"Mas realidade é que hoje, apesar de todos os sacrifícios, devemos mais do que devíamos", acentuou.

Lusa
  • "Há fortes indícios criminais" nas listas VIP, diz Costa
    0:38

    País

    O secretário-geral do PS acusa o Governo de insensibilidade fiscal com as famílias, como se estas não fossem "VIP". À margem da comemoração do dia da árvore em terras de bouro, António Costa confirmou que o partido vai enviar para o Ministério Público as atas das audições aos responsáveis da Autoridade Tributária.

  • António Costa lembra ministra das Finanças que os contribuintes têm os bolsos vazios
    1:37

    País

    Depois da ministra das Finanças ter dito, na sessão de encerramento das jornadas da JSD, que o país tem os cofres cheios para honrar os compromissos, caso haja perturbações no funcionamento do mercado da dívida, o líder do PS veio lembrar que os bolsos dos contribuintes estão vazios. Na mesma sessão com jovens da JSD, a ministra disse à plateia que não existe altura ideal para ter filhos e que o país precisa de aumentar a taxa de natalidade.

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • ERSE concluiu que estavam a ser pagos 165 milhões euros a mais à EDP
    0:53

    País

    José Gomes Ferreira afirmou esta sexta-feira que a ERSE -Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos concluiu que estavam a ser pagos 165 milhões de euros a mais do que o necessário à EDP. Contratos que foram postos em prática em 2007 por Manuel Pinho, na altura ministro da Economia.

  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • Porque erram os árbitros?
    2:03

    Desporto

    Num momento em que a polémica em redor da arbitragem está acesa e que nem o videoárbitro parece ter contribuído para a pacificar o futebol, em Leiria juntaram-se treinadores e homens do apito para se entender porque erram os árbitros.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Niassa foi o 4.º lince-ibérico libertado a ser atropelado em Portugal
    1:33

    País

    Uma fêmea de lince-ibérico foi encontrada morta com sinais de atropelamento na A22, próximo de Olhão. A fêmea, criada em cativeiro, tinha sido libertada no Vale do Guadiana em fevereiro de 2017. É o quarto lince-ibérico, que tinha sido libertado na natureza, que morre atropelado em Portugal.

  • "Há uma aceitação do lince no território"
    3:33

    País

    Apesar de já se terem registado em Portugal quatro atropelamentos de linces libertados na natureza, em entrevista à SIC, Pedro Rocha, do Departamento do Alentejo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), disse que o programa de reintrodução "tem corrido bastante bem", não só devido às condições do habitat e disponibilidade de alimento, mas também porque "há uma aceitação do lince no território". Desde 2015, foram libertados no Vale do Guadiana 33 linces e 16 já nasceram em estado selvagem.

  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • O "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59