sicnot

Perfil

País

Ordem diz que Estado quer pagar valores ridículos pelas colonoscopias

Ordem diz que Estado quer pagar valores ridículos pelas colonoscopias

O Estado quer pagar pelas colonoscopias nos privados valores que são considerados ridículos pela Ordem dos Médicos. Em causa pode estar a qualidade deste ato médico e o meio de diagnóstico chegar a cada vez menos portugueses. A SIC falou com José Cotter, presidente do Colégio de Gastrenterologia Ordem dos Médicos.

  • Caso de doente que esperou um ano por exame não foi considerado negligente
    1:21

    País

    A Inspeção Geral de Saúde concluiu que não houve negligência do Hospital Amadora Sintra no caso da mulher que esteve à espera de uma colonoscopia. Apesar da decisão a Inspecção pensa que os dois médicos envolvidos poderão não ter cumprido todas as normas. A mulher queixosa tem agora 64 anos e está a recuperar de uma operação que fez, há dias, a um cancro do intestino. O seu caso tornou-se público depois de ter sido noticiado que tinha estado dois anos à espera de um colonoscopia e que, durante esse tempo, o cancro tinha evoluido para uma situação mais grave e inoperável.

  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • A inédita entrevista do príncipe Harry a Barack Obama
    0:47

    Mundo

    Foi divulgado um vídeo pouco habitual, onde aparece o príncipe Harry a entrevistar Barack Obama para um programa de rádio. A conversa foi gravada em setembro, durante um evento desportivo para militares com deficiência, e será transmitida na íntegra no dia 27 de dezembro.

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01
  • Seis meses depois da tragédia de Pedrógão Grande
    5:55

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Assinalou-se este domingo meio ano desde que o país ficou em choque com o rasto de morte e destruição causado pelos incêndios florestais na região centro. A tragédia de Pedrogão Grande foi há precisamente seis meses. Enquanto segue a reconstrução no tempo possível e com o Natal à porta, a vida prossegue, mas não voltará a ser mesma.