sicnot

Perfil

País

Sindicato de Trabalhadores da Administração Local acusa Governo de violar Constituição

Sindicato de Trabalhadores da Administração Local acusa Governo de violar Constituição

Os alertas da Fenprof não foram os únicos a ser ouvidos à porta do Congresso da Associação Nacional de Municípios. O Sindicato de Trabalhadores da Administração Local também esteve em Troia para reafirmar a exigência das 35 horas de trabalho semanais. O vice-presidente do sindicato, José Correia, diz que o Governo está a violar grosseiramente a Constituição e a autonomia do poder local, que deveria ser responsável por definir os horários dos funcionários.

  • Fenprof critica transferência de competências da comunidade educativa para as autarquias
    0:50

    País

    A Federação Nacional de Professores acusa o Governo de estar a retirar competências à comunidade educativa, para as passar para as autarquias. Uma delegação, liderada por Mário Nogueira, esteve, esta manhã, à porta do congresso da Associação Nacional de Municípios, que decorre em Troia, para alertar os autarcas sobre o que diz ser uma "machadada" na autonomia das escolas.

  • Associação de Municípios acusa Governo de atacar autonomia local
    0:39

    País

    O presidente da Associação Nacional de Municípios acusa o Governo de ter feito, nos últimos anos, um ataque grave à autonomia local. Declarações feitas no início do Congresso da Associação, que decorre hoje e amanhã, em Troia. Manuel Machado critica também as medidas do Executivo, que pretende delegar competências nas autarquias.

  • Carlos Carreiras elogia transferência de competências para autarquias
    0:42

    País

    O presidente da Câmara de Cascais diz que não tem dúvidas de que a transferência de competências para as autarquias, em vários domínios, como a saúde ou a educação, vai ser benéfica para os cidadãos. Cascais é um dos 13 municípios que vão participar num projeto piloto para implementar esta medida.

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11