sicnot

Perfil

País

Miguel Albuquerque quer diálogo firme com a República

Miguel Albuquerque quer diálogo firme com a República

Miguel Albuquerque ganhou as eleições regionais da Madeira com maioria absoluta. O novo presidente do Governo regional prometeu um diálogo firme com a República e diz que a Madeira é uma parte de Portugal que não pode ser descriminada. Albuquerque disse ainda que conta com todas as forças polticas para iniciar um novo ciclo no arquipélago.

  • O perfil de Miguel Albuquerque
    2:25

    País

    Miguel Albuquerque é mais conhecido por ter sido durante quase 20 anos presidente da Câmara do Funchal. O homem que sucede a Alberto João Jardim sempre foi considerado como um dos críticos do líder do PSD-Madeira.

  • CDS mantém-se como segunda força política na Madeira
    1:03

    País

    O líder do CDS-PP na Madeira reconhece que falhou o objetivo de retirar a maioria absoluta ao PSD local. José Manuel Rodrigues realça, no entanto, que, apesar de ter perdido votos, o CDS conseguiu manter-se como a segunda força política no arquipélago.

  • "A renovação efetuada deu os seus frutos"
    1:34

    País

    Miguel Albuquerque conseguiu a vitória com maioria absoluta nas eleições da Madeira, realizadas este domingo. O novo presidente do Governo regional da Madeira diz que esta foi a vitória da renovação que os eleitores perceberam e insistiu que é um novo ciclo que quer liderar, rejeitando uma política de populismos extremistas.

  • Movimento Juntos Pelo Povo foi a surpresa da noite eleitoral na Madeira
    1:49

    País

    A noite eleitoral na Madeira gerou algumas surpresas. A CDU obteve um resultado histórico e ficou a apenas 5 votos de eleger o 3º deputado. O Bloco de Esquerda (BE) regressou ao Parlamento madeirense e com 2 mandatos. A Nova Democracia (PND) manteve o deputado que já tinha. O grande destaque vai para o Partido Juntos pelo Povo (JPP), que se estreou nas eleições deste domingo e obteve um resultado surpreendente, tornando-se na 4ª força política da Madeira. Pelo JPP falou Élvio Sousa, pela CDU discursou Edgar Silva, pelo BE interveio Roberto Almada e pelo PND falou Gil Canha.

  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.