sicnot

Perfil

País

CP alerta para atrasos e supressões devido à greve de trabalhadores

 A CP afirmou hoje que as greves de trabalhadores vão causar fortes perturbações na circulação de comboios, entre 02 e 06 de abril, alertando para atrasos e supressões na noite de dia 1 e na manhã de dia 7.

(Arquivo Lusa)

(Arquivo Lusa)

LUSA

Num aviso aos passageiros ao qual a Lusa teve acesso, a empresa informa que os dois dias de greve dos revisores (02 e 06 de abril, convocada pelo Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial Itinerante), conjugada com a greve ao trabalho extraordinário marcada pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Sector Ferroviário (SNTSF), e atualmente em curso, terão impacto na circulação.

"Prevêem-se fortes perturbações na circulação de comboios nos dias compreendidos entre 02 e 06 de abril, inclusive, agravadas pela recusa de fixação de serviços mínimos pelo Tribunal Arbitral nomeado pelo Conselho Económico e Social, que a CP atempadamente solicitou", refere o mesmo aviso.

A CP alerta ainda para a possibilidade de "atrasos e supressões na noite do dia 01 e na manhã do dia 07 de abril".

O Tribunal Arbitral decidiu hoje que durante a greve dos revisores da CP, marcada para 02 e 06 de abril, todos os comboios que iniciem marcha terão de chegar ao seu destino e terão de ser assegurados os comboios de socorro.

A decisão do Tribunal Arbitral do Conselho Económico e Social, que prevê ainda o estacionamento dos comboios em condições de segurança, surge em resposta ao pedido da empresa de definição de serviços mínimos.

Os árbitros que emitiram o acórdão consideraram que a greve dos revisores, embora cause prejuízos aos utentes da CP, não reúne "os pressupostos indispensáveis para a imposição de serviços mínimos de tipo percentual aos grevistas, no que diz respeito ao transporte de passageiros". 

Os revisores da CP -- Comboios de Portugal agendaram uma greve de dois dias, a 02 e 06 de abril, para reclamar o cumprimento da decisão dos tribunais relativo ao pagamento dos complementos nos subsídios desde 1996.

Já o SNTSF tem emitido periodicamente pré-avisos de greve ao trabalho extraordinário em dias de feriado em protesto contra a redução do pagamento do valor pago nesses dias.



Lusa
  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Greve na Função Pública vai afetar escolas, saúde e cultura

    País

    A greve nacional convocada para sexta-feira pela Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSTFPS) deverá afetar as escolas, a área da saúde e ainda da cultura, entre outros serviços, afirmou esta quarta-feira a dirigente sindical, Ana Avoila.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.