sicnot

Perfil

País

Dívida de 92 mil euros leva fisco a penhorar quatro bolos a restaurante

O fisco penhorou quatro bolos a um restaurante, em fevereiro. A dívida era de cerca de 92 mil euros e, além dos vários bolos, no valor de 30 cêntimos cada, foi também penhorada uma conta bancária. A notícia foi avançada pelo Diário Económico.

Os responsáveis do estabelecimento contestaram a decisão em tribunal. Segundo o advogado, o restaurante apresentou garantias para suspender as penhoras que, ainda assim, acabaram por acontecer. (Arquivo)

Os responsáveis do estabelecimento contestaram a decisão em tribunal. Segundo o advogado, o restaurante apresentou garantias para suspender as penhoras que, ainda assim, acabaram por acontecer. (Arquivo)

SIC

Os responsáveis do estabelecimento contestaram a decisão em tribunal. Segundo o advogado, o restaurante apresentou garantias para suspender as penhoras 
que, ainda assim, acabaram por acontecer.

Desde julho de 2013 que as empresas têm de comunicar ao fisco os bens em circulação. Por essa razão, os bolos deste restaurante podem ser penhorados no caso de dívida.
  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.