sicnot

Perfil

País

"Eleições regionais têm causas próprias, não têm repercussões nacionais"

"Eleições regionais têm causas próprias, não têm repercussões nacionais"

António Costa comentou esta segunda-feira os resultados das eleições na Madeira. O líder do PS não se alongou muito e disse apenas que são eleições distintas, sem repercussões a nível nacional.

  • Líder do PS-Madeira apresenta demissão
    1:17

    País

    O líder do PS-Madeira apresentou a demissão, perante a derrota da Coligação Mudança nas eleições regionais na Madeira. Com muitas críticas aos partidos que não quiseram integrar a coligação, Victor Freitas disse, no entanto, que, como rosto da candidatura, assume a responsabilidade pelo resultado.

  • PS reconhece derrota na Madeira mas retira significado nacional
    0:41

    País

    O Partido Socialista reconheceu a derrota na Madeira, mas recusou fazer qualquer tipo de leitura em termos nacionais. O porta-voz do Secretariado Nacional, Porfírio Silva, disse, aliás, acreditar que, na região autonóma, será possível agora haver mais e melhores entendimentos partidários com Miguel Albuquerque.

  • "Joguem à bola"
    1:35

    Desporto

    Cerca de uma centena de adeptos do Sporting esperaram até perto das 3:00 pela chegada da equipa ao estádio de Alvalade. Depois da eliminação da Taça de Portugal, em Chaves, foi necessário o reforço policial para garantir a segurança da comitiva leonina.

  • Acordo de concertação social assinado por todos os parceiros

    Economia

    Está assinado o acordo da Concertação Social que estipula a descida da TSU para as empresas como contrapartida do aumento do salário mínimo. Ao contrário do que é habitual, o momento não foi assinalado na sede do Conselho Económico e Social (CES), mas as assinaturas foram dvulgadas no Twitter.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.