sicnot

Perfil

País

Lisboa em penúltimo na lista de cidades europeias empenhadas em reduzir poluição

 Lisboa surge em penúltimo lugar na lista de 23 cidades europeias avaliadas quanto ao empenho na redução dos níveis poluentes, um 'ranking' elaborado por organizações não-governamentais de ambiente, entre as quais a portuguesa Quercus.

A lista hoje divulgada traduz os esforços das autoridades locais na aplicação de medidas para reduzir emissões poluentes do tráfego rodoviário e melhorar a qualidade do ar.

Nesta lista, que avaliou 23 cidades de 16 países europeus, Lisboa surge em penúltimo lugar, logo antes do Luxemburgo.

As organizações não-governamentais Amigos da Terra Alemanha e o Secretariado Europeu do Ambiente, federação à qual pertence a Quercus, avaliaram as cidades tendo em conta nove categorias de critérios, como os transportes, incluindo a promoção da bicicleta, a renovação das frotas públicas pela inclusão de veículos limpos, portagens urbanas ou tarifas sobre o estacionamento.

O progresso das cidades europeias na redução de emissões poluentes provenientes do tráfego rodoviário foi ainda incluído na avaliação, que já tinha sido realizada em 2011 com os mesmos critérios. Nessa primeira edição, Lisboa não foi submetida a avaliação.

No comunicado de divulgação desta lista, a Quercus salienta que Lisboa "apresenta níveis elevados de poluição desde há vários anos, sobretudo de partículas inaláveis e dióxido de azoto, consistentemente acima dos valores limite impostos pela legislação europeia".

Para os ambientalistas, a Zona de Emissões Reduzidas introduzida em 2011 para proibir a circulação de veículos mais antigos e poluentes na zona mais central da cidade teve "critérios pouco ambiciosos quando comparados com outras cidades europeias", além de ter faltado fiscalização adequada.

Contudo a Quercus reconhece que, em 2015, esta Zona de Emissões Reduzidas entrou numa nova fase, restringindo acesso a viaturas com matrícula anterior a 2000 na zona mais central e a 1996, na zona mais alargada.

Em relação à mobilidade sustentável, a associação ambientalista julga que as medidas implementadas pela autarquia da capital têm tido "expressão limitada" ou são pouco ambiciosas.

Na lista das 23 cidades, Zurique (Suíça) surge em primeiro lugar, com o seu "excelente desempenho" a dever-se a um conjunto de medidas que incluem "um forte compromisso das autoridades locais em reduzir os níveis de poluição emitida pelos transportes, a promoção dos transportes coletivos e modos suaves [andar de bicicleta ou a pé] e baixos níveis de poluição atmosférica".

Copenhaga (Dinamarca) surge em segundo lugar, depois de ter reduzido "substancialmente" o volume de tráfego dentro da cidade. Investiu igualmente na promoção e expensão dos transportes coletivos e modos suaves, como a bicicleta e andar a pé.

Viena (Áustria) e Estocolmo (Suécia) ficaram em terceiro e quatro lugares, enquanto Berlim (Alemanha) ficou em quinto lugar, depois de, na edição do ano passado, ter conquistado a primeira posição.



LUSA
  • Hora do Planeta assinalada na Ásia

    Mundo

    Na Ásia, também se apagaram as luzes pela Hora do Planeta. A capital da Coreia do Sul, Seul, ficou às escuras durante uma hora, 20:30 às 21:30, quando eram 11:30 e 12:30 em Lisboa. Em Tóquio, no Japão, alguns dos edifícios mais icónicos da paisagem da cidade também participaram no evento.

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.