sicnot

Perfil

País

Armazenamento de água em março desceu em dez bacias hidrográficas

O volume de água armazenada em março desceu em dez das bacias hidrográficas de Portugal continental e aumentou em apenas duas, comparativamente com o mês anterior, segundo o Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos (SNIRH).

Imagem de arquivo

Imagem de arquivo

© Michael Fiala / Reuters

De acordo com o boletim de armazenamento de albufeiras do SNIRH na Internet, no último dia do mês de março, e relativamente ao mesmo período do mês anterior, verificou-se um aumento do volume armazenado em duas bacias hidrográficas e uma descida em 10. 


Das 58 albufeiras monitorizadas, 30 apresentam disponibilidades hídricas superiores a 80% do volume total e uma tem disponibilidade inferior a 40% do volume total.


Os níveis mais elevados de armazenamento de água em março de 2015 ocorreram nas bacias do Barlavento (97,7%), Oeste (91,1%), Mira (87,3%), do Guadiana (85,8,%), do Tejo (81,2%), do Arade (74,3%), do Cávado (71,1%), do Mondego (70,7%), do Douro (68,9%), do Sado (65,9%), do Lima (62,9%) e no Ave (56,5%).


O SNIRH indica que os armazenamentos de março de 2015, por bacia hidrográfica, apresentam-se superiores às médias dos valores do mesmo mês nos períodos de 1990/91 a 2013/14, exceto para as bacias do Lima, Cávado/Ribeiras Costeiras, Ave, Douro, Mondego e Sado.


A cada bacia hidrográfica pode corresponder mais do que uma albufeira.


Lusa
  • A Catalunha "está farta da prepotência e dos abusos do governo"
    0:30
  • "Não há um verdadeiro debate democrático em Espanha"
    2:24
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    No Quadratura do Círculo desta quinta-feira, José Pacheco Pereira disse que este braço de ferro em território espanhol reforça a linha autoritária que existe em Espanha. Jorge Coelho considera que é urgente recorrer à diplomacia para definir um caminho a médio ou a longo prazo. Já o gestor Manuel Queiró afirma que Portugal não deve encarar este referendo com condescendência. 

  • Uber perde licença para operar em Londres

    Economia

    O regulador de transporte de Londres decidiu hoje que vai retirar à Uber a licença para operar na capital britânica. A proibição entra em vigor no final deste mês e vai afetar 40 mil motoristas da empresa multinacional norte-americana.

  • A corrida ao iPhone 8 no Japão, China e Austrália
    2:04
  • Óculos inteligentes permitem controlar telemóvel com o nariz
    1:05
  • Família Portugal Ramos
    15:01