sicnot

Perfil

País

CDS, CDU, MAS e Plataforma dos Cidadãos pedem recontagem de votos na Madeira

A CDU e o CDS pediram ao Tribunal Constitucional a recontagem dos votos das legislativas regionais antecipadas, na Madeira. Os comunistas e os centristas juntam-se ao Movimento Alternativa Socialista e à Plataforma dos Cidadãos, que também já tinham pedido esta quarta-feira a intervenção dos juízes do Palácio Ratton.

As três candidaturas consideram que houve "graves irregularidades".

As três candidaturas consideram que houve "graves irregularidades".

TIAGO PETINGA / Lusa

As quatro candidaturas consideram que houve "graves irregularidades". O MAS pede a recontagem de todos os votos válidos e nulos. 

Numa nota, o movimento explica que esta é a forma de "repôr a legalidade e a democracia" das eleições do passado domingo. 

Os comunistas, numa nota enviada à comunicação social, exigem que haja "rigor e fiabilidade". A plataforma dos Cidadãos exige transparência no processo eleitoral.
  • PSD perdeu e reconquistou maioria absoluta na Madeira em poucas horas
    3:12

    País

    Esta terça-feira, viveu-se uma autêntica trapalhada eleitoral, mas, no final das contas, o PSD manteve a maioria absoluta na região. Isto depois de, ao início da noite, uma recontagem dos votos ter retirado a maioria absoluta dos sociais-democratas na Madeira. Contudo, horas depois, foi feita uma nova contagem, já que a votação do Porto Santo não tinha sido considerada para a atribuição dos mandatos. A CDU já fez saber que vai recorrer ao Tribunal Constitucional para pedir uma recontagem total dos votos.

  • Rui Vitória não espera facilidades frente ao Tondela
    1:34

    Desporto

    O líder do campeonato, o Benfica, recebe este domingo o último classificado, o Tondela. Na conferência de antevisão do encontro, Rui Vitória afirmou que não espera facilidades. O treinador do Benfica falou ainda de Sebastian Coates.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.