sicnot

Perfil

País

PS ataca Governo com o desemprego, Passos responde com o crescimento económico

O líder parlamentar do PS confrontou hoje o primeiro-ministro com a subida do desemprego para a casa dos 14 por cento, enquanto Pedro Passos Coelho afirmou esperar que os socialistas reconhecessem o crescimento económico para 2015.

M\303\201RIO CRUZ

Estas posições foram assumidas na abertura do debate quinzenal, na Assembleia da República, com Ferro Rodrigues a citar os mais recentes dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo Ferro Rodrigues, o emprego recuou "20 anos em Portugal" e o desemprego estrutural "é uma ameaça" para o país a médio e longo prazos.

"A recuperação de que o senhor primeiro-ministro fala é uma miragem", considerou o líder da bancada socialista.

Na resposta, o primeiro-ministro disse que era sua expetativa que Ferro Rodrigues reconhecesse que a economia portuguesa está a crescer, sendo o "patamar mínimo" previsto para este ano 1,5 por cento.

Pedro Passos Coelho defendeu ainda que é positivo o desempenho de Portugal ao nível da redução do desemprego nos últimos anos.

Lusa

  • Dez feridos ligeiros em naufrágio de embarcação em Cascais

    País

    Uma embarcação de recreio com 10 pessoas a bordo naufragou ao largo da Parede, na linha de Cascais. Todos os tripulantes foram resgatados pelas autoridades marítimas e bombeiros e apresentam escoriações ligeiras e sinais de hipotermia. O barco foi entretanto retirado da água e a marginal continua cortada ao trânsito.

  • PS apresenta Lei de Bases da Habitação para abrir debate sobre habitação acessível
    1:19

    Economia

    O PS quer avançar com uma Lei de Bases da Habitação. A proposta apresentada esta quinta-feira propõe a requisição de casas devolutas para habitação e apoios concretos para o arrendamento a preços acessíveis. O líder parlamentar do PS, Carlos César, diz que é tempo de abrir um debate sobre a habitação que acredita que pode resultar numa Lei ainda na atual legislatura.

  • A morte anunciada da ETA

    Mundo

    A organização separatista basca ETA vai anunciar a sua dissolução em 05 de maio, durante uma cerimónia marcada para Bayona, no País Basco francês, disseram à agência Efe fontes conhecedoras do processo.