sicnot

Perfil

País

Ryanair prevê contratar 70 pessoas para nova base de Ponta Delgada

A companhia aérea de baixo custo Ryanair, que hoje iniciou a sua operação para os Açores, prevê contratar diretamente 70 pessoas para a sua base de Ponta Delgada, anunciou o diretor comercial da transportadora irlandesa para Portugal e Espanha. 

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

"Diretamente vamos contratar 70 pessoas, mas juntando os postos de trabalho indiretos, estimamos atingir os 350 empregos locais", afirmou José Espartero aos jornalistas, numa conferência de imprensa em Ponta Delgada.

A Ryanair iniciou hoje a sua operação para a ilha de S. Miguel sendo a segunda companhia aérea de baixo custo a fazê-lo após a liberalização de algumas rotas que ligam os Açores ao continente. A primeira transportadora foi a easyJet, que começou a voar para a região a 29 de março.

Para além de voar para os Açores, a Ryaanair vai ainda instalar uma base em Ponta Delgada.

Na quinta-feira, a empresa associada da Ryanair, a GroundLink, irá realizar em Ponta Delgada uma seleção e recrutamento de comissários e assistentes, algo que se repete a 10 de abril em Lisboa e a 13 de abril no Porto.

Os candidatos serão submetidos a provas de inglês e uma entrevista, sendo que em 2015 a companhia aérea irlandesa irá reforçar a sua presença em Portugal contratando mais 250 colaboradores, com ordenados médios mensais entre 1.000 e 1.400 euros.

Ponta Delgada é a quarta base da Raynair em Portugal, sendo que a companhia aérea de baixo custo também está instalada no aeroporto de Lisboa, Porto e Faro.

Segundo disse hoje José Espartero, a Raynair tem 14 aviões em Portugal e emprega 6.700 pessoas.

Após a chegada do primeiro voo Lisboa/Ponta Delgada, com 189 passageiros a bordo (capacidade máxima do avião), o diretor comercial da Raynair para Portugal e Espanha manifestou-se satisfeito com o resultado do início da operação.

Quanto a voos para a ilha Terceira, rota que também foi liberalizada a 29 de março, José Espartero reiterou ser "uma possibilidade que está sobre a mesa", mas não se comprometeu com uma decisão.

A Raynair tem atualmente 73 bases na Europa, transporta mais de 100 milhões de passageiros e vai receber nos próximos anos 383 novos aviões (Boing 737).

Lusa
  • Os efeitos dos incêndios na natureza
    2:46

    País

    Cheias frequentes, erosão dos solos e contaminação dos rios e albufeiras são as previsões unânimes da comunidade científica para os próximos tempos, na sequência dos incêndios florestais. À SIC, o hidrobiólogo Adriano Bordalo Sá e o investigador de recursos florestais Rui Cortes alertam: é necessário começar a tratar da terra queimada o mais rapidamente possível.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta esta terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • O preconceito em relação aos transexuais
    34:09
  • "Isto destrói famílias"
    0:46
  • Falta de gado ameaça produção do queijo da Serra da Estrela
    3:35

    País

    A devastação provocada pelos últimos incêndios foi um rude golpe na economia da região Centro do país. Algumas empresas já começaram os trabalhos de reconstrução, mas os produtores de gado temem não conseguir repôr os animais, deixando em risco a produção do queijo Serra da Estrela.

  • Eurodeputados homenageiam vítimas dos fogos
    1:38

    País

    A União Europeia vai doar os 50 mil euros do prémio Princesa das Astúrias às populações afetadas pelos incêndios em Portugal e Espanha. A Comissão Europeia continua a avaliar o pedido ao Fundo Europeu de Solidariedade, mas o pedido deverá ainda ser atualizado para incluir os prejuízos causados pelos incêndios da semana passada.