sicnot

Perfil

País

Greve suprimiu todos os comboios que deviam partir depois da meia-noite

A greves dos revisores da CP -- Comboios de Portugal levou à supressão de todos os comboios que tinham partida marcada para depois dadas 00:00 de hoje disse à agência Lusa o presidente do Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial Itinerante (SFRCI).

Lusa

Lusa

TIAGO PETINGA

"Todos os comboios que tinham partida depois das 00:00 foram suprimidos por falta de trabalhadores que se encontram em greve", disse Luís Bravo. 

Os revisores CP agendaram uma greve de dois dias (hoje e segunda-feira) para reclamar o cumprimento da decisão dos tribunais relativa ao pagamento dos complementos nos subsídios desde 1996, que ganha dimensões ao juntar-se à greve ao trabalho em dia feriado da Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário (SNTSF). 

A CP informou que, por motivo da greve, "preveem-se fortes perturbações na circulação de comboios nos dias entre 02 e 06 de abril, inclusive".

A empresa explicou que, na sequência das greves, a circulação deveria começar a ser afetada já na quarta-feira à noite, devendo os atrasos e supressões prolongar-se até terça-feira de manhã. 

Em declarações à agência Lusa, a porta-voz da CP, Ana Quintela, adiantou que, até às 22:00 de quarta-feira, tinha sido suprimido apenas um comboio urbano na linha de Sintra.


Lusa
  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.