sicnot

Perfil

País

Greve suprimiu todos os comboios que deviam partir depois da meia-noite

A greves dos revisores da CP -- Comboios de Portugal levou à supressão de todos os comboios que tinham partida marcada para depois dadas 00:00 de hoje disse à agência Lusa o presidente do Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial Itinerante (SFRCI).

Lusa

Lusa

TIAGO PETINGA

"Todos os comboios que tinham partida depois das 00:00 foram suprimidos por falta de trabalhadores que se encontram em greve", disse Luís Bravo. 

Os revisores CP agendaram uma greve de dois dias (hoje e segunda-feira) para reclamar o cumprimento da decisão dos tribunais relativa ao pagamento dos complementos nos subsídios desde 1996, que ganha dimensões ao juntar-se à greve ao trabalho em dia feriado da Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário (SNTSF). 

A CP informou que, por motivo da greve, "preveem-se fortes perturbações na circulação de comboios nos dias entre 02 e 06 de abril, inclusive".

A empresa explicou que, na sequência das greves, a circulação deveria começar a ser afetada já na quarta-feira à noite, devendo os atrasos e supressões prolongar-se até terça-feira de manhã. 

Em declarações à agência Lusa, a porta-voz da CP, Ana Quintela, adiantou que, até às 22:00 de quarta-feira, tinha sido suprimido apenas um comboio urbano na linha de Sintra.


Lusa
  • Negócios do fogo
    22:00

    Reportagem Especial

    Todos os anos, o Estado gasta centenas de milhões de euros para financiar os meios de combate aos incêndios. A reportagem especial da SIC denuncia falta de rigor e clareza em muitos dos negócios.

  • Porque têm as tempestades nomes?
    0:49

    País

    As tempestades passaram a ter um nome, partilhado pelos serviços de meteorologia de Portugal, França e Espanha. Nuno Moreira, chefe de divisão de previsão meteorológica do IPMA, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias para explicar que este método é também uma forma de sinalizar a dimensão das tempestades.

  • "Não podemos gastar o dinheiro e depois os filhos e os netos é que pagam"
    2:05

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o reembolso antecipado ao FMI. O comentador da SIC defendeu que seria mais vantajoso se Portugal reembolsasse mais depressa, antes da subida das taxas de juro. Miguel Sousa Tavares considerou ainda que o reembolso da dívida é uma boa notícia, pois seria "desleal" deixar a dívida para "os filhos e os netos" pagarem.

    Miguel Sousa Tavares

  • Os efeitos da tempestade Ana em Portugal
    1:43
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59

    Mundo

    A tempestade Ana não causou apenas estragos em Portugal, mas também na Galiza, com a queda de árvores e cheias nas zonas ribeirinhas. No norte da Europa, as baixas temperaturas provocaram fortes nevões e paralisaram a Grã-Bretanha, com voos cancelados, escolas fechadas e estradas cortadas.