sicnot

Perfil

País

Greve suprimiu todos os comboios que deviam partir depois da meia-noite

A greves dos revisores da CP -- Comboios de Portugal levou à supressão de todos os comboios que tinham partida marcada para depois dadas 00:00 de hoje disse à agência Lusa o presidente do Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial Itinerante (SFRCI).

Lusa

Lusa

TIAGO PETINGA

"Todos os comboios que tinham partida depois das 00:00 foram suprimidos por falta de trabalhadores que se encontram em greve", disse Luís Bravo. 

Os revisores CP agendaram uma greve de dois dias (hoje e segunda-feira) para reclamar o cumprimento da decisão dos tribunais relativa ao pagamento dos complementos nos subsídios desde 1996, que ganha dimensões ao juntar-se à greve ao trabalho em dia feriado da Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário (SNTSF). 

A CP informou que, por motivo da greve, "preveem-se fortes perturbações na circulação de comboios nos dias entre 02 e 06 de abril, inclusive".

A empresa explicou que, na sequência das greves, a circulação deveria começar a ser afetada já na quarta-feira à noite, devendo os atrasos e supressões prolongar-se até terça-feira de manhã. 

Em declarações à agência Lusa, a porta-voz da CP, Ana Quintela, adiantou que, até às 22:00 de quarta-feira, tinha sido suprimido apenas um comboio urbano na linha de Sintra.


Lusa
  • Europol deteve grupo que vendia euros falsos na Darkweb

    Mundo

    A Europol anunciou hoje a detenção de oito pessoas suspeitas de pertencerem a um grupo criminoso considerado como um dos maiores fornecedores de euros falsos vendidos online, no âmbito de uma operação realizada pelas autoridades italianas.