sicnot

Perfil

País

Maxampor garante que cumpriu regras de segurança na explosão em pedreira de Sesimbra

 A Maxampor, empresa responsável pela operação de destruição de explosivos que provocou uma violenta explosão numa pedreira de Sesimbra na quarta-feira, garantiu hoje que cumpre as normas de segurança, mas não adiantou qualquer explicação para o sucedido.

A empresa tinha até ao dia 5 de abril para destruir resíduos. Ao longo do dia, houve várias explosões controladas.

A empresa tinha até ao dia 5 de abril para destruir resíduos. Ao longo do dia, houve várias explosões controladas.

Lusa

"A Maxampor cumpre com todos os 'standards' de Prevenção de Riscos Laborais, segundo a norma internacional OHSAS 18001, sob a qual se encontra certificada, e possui todas as autorizações e licenças de atividade de acordo com a legislação", refere a empresa, num comunicado hoje divulgado.

A empresa assegura também que obteve as autorizaçõ0es necessárias para a operação, nomeadamente junto da PSP, entidade que tutela esta área de atividade e que acompanhou a operação no local.

No comunicado, a empresa refere ainda que a operação realizada na pedreira da Sobrissul, em Sesimbra, no distrito de Setúbal, foi acompanhada "por um elemento da PSP" e por "técnicos com larga experiência e devidamente habilitados com cédulas de operador de fogo, tal como a lei define".

"Foram seguidos os procedimentos definidos e habitualmente praticados neste tipo de operação" acrescenta o comunicado da Maxampor, que recusa fazer qualquer comentário sobre o incidente antes de ser conhecido o resultado do inquérito por parte das autoridades portuguesas.

A destruição programada de resíduos explosivos, realizada numa pedreira, na aldeia de Pedreiras, em Sesimbra, provocou na quarta-feira à noite alarme público nas populações da península de Setúbal e na zona da Grande Lisboa, incluindo Cascais, com o estrondo que produziu, mas não provocou vítimas, apenas danos materiais em algumas habitações.

 





Lusa
  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.