sicnot

Perfil

País

Licença para lançar engenho pirotécnico no Marco de Canaveses era para outro local

A empresa responsável pelo engenho pirotécnico que hoje provocou a morte a um homem de 21 anos, no Marco de Canaveses, tinha licença para efetuar o lançamento, mas para um local diferente, avançou à Lusa fonte policial.

Lusa

Segundo a GNR, a licença emitida destinava-se ao lançamento de fogo de tubos na zona da igreja de Constance, mas o incidente ocorreu no jardim de uma habitação do lugar do Ladário, a algumas centenas de metros.

Também segundo a autoridade policial, o rebentamento que provocou o incidente foi precedido de várias explosões de "balonas", engenhos que substituíram recentemente os tradicionais foguetes de cana.

De acordo com a GNR, a Equipa de Inativação de Explosivos que se deslocou ao local encontrou três fileiras de tubos, duas das quais terão sido despoletadas antes do rebentamento que provocou a vítima mortal e um ferido.

O acidente, segundo a GNR, ocorreu com a terceira fileira.

Os militares procederam à desativação e recolha dos engenhos restantes não despoletados.

Segundo a fonte, o inquérito policial ao incidente vai apurar as circunstâncias da ocorrência, nomeadamente se as duas vítimas eram colaboradores da empresa de pirotecnia que disponibilizou os engenhos explosivos.











Lusa
  • Hoje joga Portugal (mas antes há um Uruguai-Rússia em direto na SIC)

    Mundial 2018 / O Mundial

    Começa a última jornada da fase de grupos do Mundial, com quatro jogos por dia. Às 15:00, numa partida transmitida em direto na SIC, a anfitriã Rússia e o Uruguai resolvem qual poderá ser o adversário de Portugal nos oitavos de final. Isto, dependendo claro da prestação da seleção nacional frente ao Irão, ao fim da tarde, uma vez que a qualificação não está garantida (e pode até depender do resultado do Espanha-Marrocos).

  • "É a primeira vez que vai ser testado o programa do Nuno Crato"
    0:57

    País

    Os alunos do 11º e 12º anos de escolaridade fazem hoje o exame de matemática, uma das provas mais importantes no acesso à universidade e para a conclusão do ensino obrigatório. No final do secundário, são quase 50 mil os alunos que hoje fazem a prova que acarreta algumas alterações instituídas ainda pelo ex-ministro Nuno Crato, como explicou à SIC Notícias o diretor do Liceu Camões, em Lisboa.

  • "Isto é a demagogia à solta"
    0:45

    Opinião

    Quem o diz é Luís Marques Mendes a propósito da aprovação esta semana da lei do CDS-PP que elimina o adicional do imposto sobre os combustíveis. O comentador da SIC critica a oposição por ter levado a votação uma lei inconstitucional e acusa ainda os parceiros de Governo de deslealdade. 

    Luís Marques Mendes