sicnot

Perfil

País

PSP registou 13 feridos graves e 286 feridos ligeiros em 904 acidentes na Páscoa

Treze feridos graves e 286 feridos ligeiros e um total de 904 acidentes é o balanço da Operação Páscoa em Segurança 2015 realizada pela PSP entre 30 de março e domingo passado, dados divulgados esta segunda feira. 

À semelhança de 2014, a PSP assinalou pela positiva a "inexistência de qualquer vítima mortal nas estradas da área da responsabilidade da PSP", tendo este ano número de feridos graves (13) sido inferior ao do ano passado (15), com uma diminuição de 13,33 por cento.

Em contrapartida, o número de feridos ligeiros (286) registou uma subida de 24,89 por cento face a 2014, quando se contabilizam 229 feridos ligeiros.

Também o número de acidentes (904) subiu em relação a 2014 (833), mas a variação foi de apenas 0,09 por cento.

Cerca de 5.700 polícias estiveram diretamente envolvidos na Operação Páscoa da PSP, durante a qual foram efetuadas 1.033 detenções, incluindo 452 por excesso de álcool, 77 por falta de habilitação para conduzir, 355 por furto/roubo, 70 por tráfico de droga, 26 por mandado de detenção e seis por posse de arma ilegal.

No total, foram fiscalizados 26.138 automóveis e testados mais de seis mil condutores no teste de alcoolemia. 1.435 foram detetados no radar por excesso de velocidade.

Dos condutores fiscalizados, 69 foram detetados com uma taxa de alcoolemia entre 0,8 e 1,19 gramas de álcool por litro de sangue, 49 com uma taxa entre 0,5 e 0,79, 1.699 com uma taxa entre 02 e 0,49 e 4.271 com menos de 0,2 gramas por litro de sangue.

Quanto aos radares de velocidade, 63 condutores foram apanhados a cometer infrações muito graves, 1.131 graves e 241 leves.

Foram detetadas 2.934 infrações ao Código da Estrada, havendo a destacar 57 faltas de seguro, 125 viaturas sem inspeção, 118 condutores sem cinto de segurança, 189 condutores a conduzir com o telemóvel na mão e 26 crianças a serem transportadas sem cadeirinha.

Na mesma operação, a PSP apreendeu 112 armas proibidas e 16.929 doses de droga, designadamente 987 doses de cocaína, 15.571 de heroína. 2.369 de haxixe, 50 de ecstasy e 82 doses de outros estupefacientes.

Lusa
  • Eurogrupo dá luz verde ao Orçamento do Estado
    0:29

    Orçamento do Estado 2017

    O Orçamento português passou no Eurogrupo mas os ministros das Finanças alertam que podem ser precisas mais medidas para cumprir as metas e em março vão voltar a olhar para as contas. Para já, estão satisfeitos com o compromisso assumido por Mário Centeno e mais sete ministros da zona euro, cujos Orçamentos estão em risco de incumprimento.

  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados".Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade. A SIC esteve em Luanda e falou com o advogado Adolfo Campos e com os músicos Carbono Casimiro, Mona Dya Kidi e David Salei. Já todos estiveram presos. Já todos foram vítimas de violência policial. Defendem que "a geração anterior comprometeu o país" e acreditam que só a mudança política pode trazer um futuro melhor. Para estes jovens activistas, a guerra que arrasou o país, e com que o regime justifica tudo, não deixou heróis, apenas "vilões e vítimas".

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59