sicnot

Perfil

País

Pampilhosa da Serra e Arganil sob risco muito elevado de incêndio

Os concelhos de Pampilhosa da Serra e Arganil, no distrito de Coimbra, apresentam hoje risco muito elevado de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

(Lusa/ Arquivo)

(Lusa/ Arquivo)

(Lusa/Arquivo)

De acordo com a informação disponível na página do IPMA na internet, os dois concelhos apresentam o terceiro nível mais elevado de risco de incêndio, num distrito onde, para hoje, são esperados 23 graus celsius de máxima (13 de mínima).

No distrito de Castelo Branco, Covilhã, Fundão e Oleiros apresentam risco elevado de incêndio.

Oito concelhos do distrito de Viseu apresentam também risco elevado de incêndio, assim como três em Bragança e quatro em Vila Real, onde se mantém ativo um fogo que deflagrou na segunda-feira, em zona de mato, na localidade de Valoura, no concelho de Vila Pouca de Aguiar.

Os concelhos de Penafiel, Marco de Canaveses e Baião, no distrito do Porto, apresentam também risco elevado de incêndio.

No distrito de Braga são três os concelhos que apresentam risco elevado de incêndio, assim como em Viana do Castelo, o concelho de Caminha.

Para hoje, o IPMA prevê nas regiões a norte céu geralmente muito nublado, com boas abertas a partir da manhã e possibilidade de ocorrência de aguaceiros, em especial durante a tarde e no Minho e Douro Litoral.

Já para as regiões do centro e sul, o IPMA prevê céu com períodos de muita nebulosidade, aguaceiros e possibilidade de ocorrência de trovoada.

Prevê-se ainda uma pequena subida da temperatura máxima.

As temperaturas vão rondar os oito graus celsius de mínima e os 25 de máxima.

Braga será a cidade mais quente de Portugal continental, sendo esperados 24 em Beja, 23 em Viana do Castelo, Porto, Coimbra e Leiria, 21 em Lisboa e 18 e 19 em Sagres e Faro, respetivamente.


Lusa
  • Pagar IMI a prestações e um Documento Único Automóvel mais pequeno

    País

    O programa Simplex + 2017 é apresentado hoje à tarde e recebeu mais de 250 propostas de cidadãos ao longo dos últimos meses. As novas medidas preveem o pagamento em prestações do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a criação de um simulador de custos da Justiça, que devem estar em vigor no próximo ano.

  • Depois do Fogo
    23:30
  • "A culpa morre sozinha?"
    0:41

    Opinião

    Luís Marques Mendes não acredita que o Ministério Público não formule uma acusação de homicídio por negligência e que não haja demissões na sequência do incêndio de Pedrógão Grande. O comentador da SIC debateu o tema este domingo no Jornal da Noite da SIC.

    Luís Marques Mendes

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • O último adeus a Miguel Beleza

    País

    O velório do economista e ex-ministro das Finanças realiza-se esta segunda-feira na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, a partir das 18h00.

  • Trump quebra tradição da Casa Branca com 20 anos

    Mundo

    Donald Trump decidiu não fazer um jantar de celebração pelo fim do Ramadão, o mês em que os muçulmanos cumprem jejum entre o nascer e o pôr do sol. O Presidente dos Estados Unidos quebrou a tradição da Casa Branca, pela primeira vez em 20 anos.