sicnot

Perfil

País

Quatro guardas prisionais agredidos por recluso na prisão de Paços de Ferreira

Quatro guardas prisionais da prisão de Paços de Ferreira foram esta terça-feira de manhã agredidos "de forma intempestiva" por um recluso, tendo ido ao hospital apenas por precaução, confirmou à Lusa a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais.

Paços de Ferreira

Paços de Ferreira

Google Maps

O presidente do Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional, Jorge Alves, tinha explicado à agência Lusa que o incidente ocorreu hoje de manhã, no refeitório do estabelecimento prisional, tendo sido originado pela ordem dada pelos guardas para que o recluso retirasse o turbante da cabeça.

Em resposta por escrito, a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais "informa que esta manhã um recluso do Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira, de forma intempestiva, agrediu quatro elementos do Corpo da Guarda Prisional", tendo estes se deslocado "por precaução, ao hospital para serem avaliados", após o que regressaram à prisão.

"Em conformidade com o legalmente previsto neste tipo de ocorrências foi instaurado o competente processo disciplinar e feita comunicação ao Ministério Público", conclui.

Segundo Jorge Alves, um dos elementos do Corpo da Guarda Prisional, no cumprimento dos regulamentos da prisão, mandou o recluso - de nacionalidade marroquina - retirar o turbante que trazia na cabeça, o que gerou uma situação de conflito "e na tentativa de imobilização do recluso os guardas acabaram por se magoar".

O presidente do Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional disse ainda que os ferimentos foram ligeiros.
Lusa
  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.

  • "Facilitámos muito no lance do 5-1 e não pode ser"
    1:09

    Desporto

    No final do jogo, o treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, admitiu o domínio completo do Sporting durante todo o encontro. Já Jorge Jesus deixou elogios a Daniel Podence, que foi aposta para este jogo. O treinador do Sporting ficou satisfeito com a exibição mas não gostou de sofrer o golo de honra da equipa flaviense.