sicnot

Perfil

País

Costa reitera que as decisões eleitorais não são do Presidente da República

Costa reitera que as decisões eleitorais não são do Presidente da República

António Costa respondeu esta quarta-feira a Cavaco Silva. Num encontro com apoiantes, em Lisboa, o secretário-geral do PS disse que as decisões eleitorais são do povo e não do Presidente da República. No discurso, Costa criticou ainda as opções do Governo, ao dizer que as famílias e a restauração não são contribuintes VIP.

  • Cavaco Silva defende que antecipação das Legislativas seria mais negativa
    0:21

    País

    Cavaco Silva reafirmou esta quarta-feira, na Lousã, que seria pior para o país se as eleições legislativas tivessem sido antecipadas. Isto para evitar dois atos eleitorais quase seguidos, com as Legislativas em setembro ou outubro e as Presidenciais em janeiro. O Presidente da República diz que está na altura de os portugueses se habituarem à normalidade democrática.

  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Costa confiante no crescimento da economia e das exportações
    1:09

    Economia

    O primeiro-ministro manifestou confiança no crescimento da economia e das exportações. À margem da cerimónia dos 25 anos da Auto Europa em Portugal, António Costa deu vários exemplos de investimento estrangeiro, feito nas últimas semanas no país, e disse que os dados económicos recentes são positivos.

  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47

    Mundo

    Uma marca polaca de leilões fez um vídeo tocante que está a gerar uma onda de comoção na internet. O anúncio já foi visto mais de oito milhões de vezes e é já considerado um dos melhores do ano.

  • Turista italiano assassinado em favela do Rio de Janeiro
    1:01

    Mundo

    Um turista italiano de 52 anos foi assassinado numa favela do Rio de Janeiro, no Brasil, enquanto viajava com um amigo. Após várias horas com o gangue autor do crime, o amigo que se encontrava com a vítima acabou por ser libertado.