sicnot

Perfil

País

PSP da Amadora detém evadido de estabelecimento prisional desde 1999

Um homem de 48 anos, que se encontrava evadido de um estabelecimento prisional desde 1999, foi detido na segunda-feira pela polícia na Amadora, anunciou hoje o Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP.

Para o sindicato que representa a maioria dos comandantes e dos diretores da PSP, a contestação "será mais um marco histórico na gestão desta ministra" e será o primeiro protesto dos oficiais "na história desta centenária instituição". (Arquivo)

Para o sindicato que representa a maioria dos comandantes e dos diretores da PSP, a contestação "será mais um marco histórico na gestão desta ministra" e será o primeiro protesto dos oficiais "na história desta centenária instituição". (Arquivo)

SIC

Segundo uma fonte do Cometlis, o homem residia na zona de Queluz, concelho de Sintra, é casado e alegou ter trabalhado como pedreiro, apesar de atualmente estar desempregado.

A PSP adiantou, em comunicado, que "na sequência de diligências policiais" foi possível identificar e intercetar o homem, que cumpria na cadeia uma pena de prisão efetiva de cinco anos pelo crime de tráfico de estupefacientes.

O homem cumpriu dois anos e oito meses de prisão, mas não regressou ao estabelecimento prisional após uma saída precária, acrescentou a PSP.

Enquanto permaneceu evadido, não foi referenciado pelas autoridades pela prática de qualquer crime e a detenção ocorreu na sequência de investigações dos agentes da esquadra da PSP da Reboleira.

A PSP entregou o detido no Estabelecimento Prisional de Lisboa e participou o caso ao Ministério Público.

Lusa

  • Catalunha vs Espanha
    29:35
  • "O Brexit é um desafio, é um choque negativo para todas as economias"
    1:52