sicnot

Perfil

País

Procuradora-geral da República apresenta hoje portal do Ministério Público

A procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, apresenta hoje, em Lisboa, o portal do Ministério Público, onde serão disponibilizados os conteúdos das páginas da Procuradoria-Geral da República e das procuradorias-gerais distritais de Lisboa e Porto.

Joana Marques Vidal, procuradora-geral da República (Lusa/Arquivo)

Joana Marques Vidal, procuradora-geral da República (Lusa/Arquivo)

LUSA

Numa nota, a PGR explica que o novo instrumento "consiste numa porta de entrada para toda a informação do Ministério Público". 

A nova valência consiste numa porta de entrada para toda a informação do Ministério Público, de uma ferramenta eletrónica para divulgar, com rigor e transparência, da atividade desta magistratura, acrescenta a nota.

O novo portal passa a disponibilizar informação das procuradorias-gerais distritais de Coimbra e Évora que terão também espaços próprios. 

No portal podem ainda ser acompanhadas as principais notícias e atualidades das 23 procuradorias de Comarca, dos quatro Departamentos de Investigação e Ação Penal (DIAP) distritais, do Ministério Público junto dos Supremos Tribunais,  como o Supremo tribunal de Justiça (STJ), e também dos Tribunais Administrativos e Fiscais e dos Tribunais Centrais Administrativos. 

A cerimónia decorre às 16:00 na procuradoria-geral da República em Lisboa.


Lusa
  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Novo campo de refugiados construído em Mossul

    Mundo

    Um novo campo de refugiados foi construído em Mossul, no Iraque. Com cerca de 4 mil tendas, foi construído durante 45 dias para albergar os deslocados que se prevê que aumentem com a atual ofensiva militar na zona ocidental da cidade.